(Lusa) – A Comissão de Diálogo Social, que junta clubes de futebol, sindicato, treinadores e árbitros, decidiu hoje promover, em breve ações concertadas contra o fenómeno da violência no desporto, envolvendo todas as entidades com responsabilidade na modalidade.

A comissão destacou, segundo a nota de imprensa divulgada pela Liga de clubes, a importância da próxima alteração legislativa ao regime jurídico do combate à violência, racismo e xenofobia, nomeadamente ao nível da “introdução da sanção de interdição parcial dos recintos desportivos”.

Do terceiro encontro da comissão saiu também o compromisso de “participar ativamente na profissionalização contínua das sociedades desportivas, através da organização e apoio de ações de formação especializada direcionada aos vários agentes desportivos”.

A Comissão de Diálogo Social juntou os presidentes da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, da Associação Nacional de Treinadores de Futebol e da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol.


Pub