Sporting: Bruno de Carvalho já está a ser interrogado no Tribunal do Barreiro

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho já começou hoje a ser interrogado pelo juiz Carlos Delca, no âmbito da investigação da invasão à academia de Alcochete, informou o Tribunal do Barreiro, em comunicado.

Bruno de Carvalho e um dos líderes da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido por Mustafá – que também está a ser interrogado no Juízo de Instrução Criminal do Barreiro -, foram detidos no domingo, com base em mandados de detenção emitidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

O comunicado informa que “estão presentes, para interrogatório, dois arguidos”, justificando o atraso no início das diligências com a ausência de funcionários judiciais, que cumpriram um período de greve até às 11:00.

O ex-presidente do clube lisboeta, que esteve detido nas instalações da GNR de Alcochete, e Mustafá podem ficar sujeitos a medidas de coação, tal como aconteceu com outras 38 pessoas já constituídas arguidas, que estão em prisão preventiva.

Em 15 de maio, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na academia do clube, em Alcochete, por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram alguns jogadores, membros da equipa técnica e outros funcionários.

A GNR deteve no próprio dia 23 pessoas e efetuou posteriormente mais detenções, que elevaram para 38 o número de detidos, todos em prisão preventiva, entre os quais está o antigo líder da Juventude Leonina Fernando Mendes.

Do ataque resultou o pedido de rescisão de nove futebolistas, alegando justa causa - alguns dos quais recuaram na decisão -, e levou à constituição de 38 arguidos, suspeitos da prática de diversos crimes, designadamente, terrorismo, ofensa à integridade física qualificada, ameaça agravada, sequestro e dano com violência.

Bruno de Carvalho, que à data dos acontecimentos liderava o clube de Alvalade, foi destituído em Assembleia Geral em 23 de junho e impedido de concorrer às eleições do clube, das quais resultou a eleição de Frederico Varandas, atual presidente do Sporting.

Pub


RECOMENDADOS PARA SI