Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Património cultural subaquático dos Açores recebe classificação europeia

Convide os seus amigos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 


(Lusa) – A Comissão Europeia concedeu hoje o título de património europeu ao património cultural subaquático dos Açores, por, juntamente com outros nove sítios da União Europeia, ter tido um papel importante na história e cultura ou na construção europeias.

No caso do arquipélago dos Açores, Bruxelas destaca estar ligado “a diferentes aspetos da história e comércio europeus do século XVI ao XX”.

A Comissão Europeia realça a rota da prata para a América do Sul, o mercado de escravos transatlântico, conflitos militares como a guerra da independência americana e as duas guerras mundiais, e ainda os navios que transportavam emigrantes da Europa para o continente americano.

O património cultural subaquático dos Açores consiste numa rede de 30 zonas pública de mergulho centradas numa série de destroços datados entre os séculos XV e XX.

Aos Açores juntam-se, por exemplo, a zona arqueológica de Ostia Anctica, em Itália, e o castelo de Kynžvart, na República Checa, entre outros.

Os locais hoje classificados como património europeu foram escolhidos por um júri entre as candidaturas apresentadas pelos Estados-membros participantes.

Com a decisão de hoje são já 48 os locais classificados por Bruxelas.

De Portugal, estavam já incluídos nesta lista o Promontório de Sagres, no distrito de Faro, a Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e a Carta de Lei de Abolição da Pena de Morte, patente na Torre do Tombo, em Lisboa.


RECOMENDADOS PARA SI

EU APOIO O Luso.eu

Últimos Tweets

(PCP) Partido Contra o Povo https://t.co/puX05J0gue
Primeira Guerra Mundial: 104 do ataque alemão à Madeira https://t.co/wKU2jLXJgu
Proteção Civil alerta para agravamento das condições meteorológicas https://t.co/yDk9fncvxK
Follow Jornal das Comunidades on Twitter