Nossos filhos: profissionais do futuro

ID:N°/ Texto: 4609

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

No momento em que escrevo este texto, meus dois filhos têm 8 e 11 anos.

Estamos na Bélgica em pleno momento de escolha da escola secundária para o mais velho e tenho certeza que daqui até a profissionalização, eles seguirão por um caminho muito diferente do meu e do seu.

Digo isto por diversas razões, uma delas é a presença e avanço rápido da tecnologia no nosso cotidiano.

A outra é por ter consciência que muitas profissões, daqui até 2030, ainda nem existem.

As escolas secundárias na Bélgica, antes da inscrição, abrem as portas para que os pais e futuros alunos conheçam as instalações, a pedagogia e o modo de funcionamento.

Visitamos várias e para minha surpresa, uma delas com excelente reputação, propõem preparar as crianças para o mercado de trabalho do século passado.

A proposta visa a preparação dos alunos para conseguirem um bom emprego em um mercado competitivo e em seu discurso não menciona o bem-estar ou satisfação pessoal da criança.

Fez-me refletir muito em como será o futuro profissional das nossas crianças.

Estudar muito para entrar em uma boa faculdade e ter um bom emprego é o discurso que foi usado com a minha geração. De lá pra cá o mundo já mudou muito.

Notem que é apenas a escolha da escola, ainda não é a faculdade e nem um curso profissionalizante. Pra mim é no mínimo preocupante.

Vivemos hoje em um mundo onde a tecnologia tem uma grande presença e impacto nas nossas vidas e não sabemos ao certo como isso será nos próximos anos.

Particularmente, sempre gostei dos avanços tecnológicos, e de como isso traz facilidades e rapidez em tudo o que fazemos. Mas ao mesmo tempo, estou sempre alerta com os excessos.

Sem falar no avanço da inteligência artificial, realidade virtual e da robotização de certas funções, que certamente deixarão de existir futuramente.

Pensando em tudo isso, segue a visão que tenho do futuro profissional dos meus filhos e o que eu diria para eles:

Invistam em formações online e em aprendizado contínuo

Nos dias de hoje, já podemos ter acesso à Universidade de diversos países de maneira online, o que permite fazer um curso em qualquer lugar do mundo. No entanto, a oferta ainda é limitada.

Acredito que essa será a tendência nos próximos anos. As vantagens são muitas: além de não ter limite geográfico as pessoas podem acessar conteúdo de qualidade, sem deslocamento fîsico o que permite ganhar tempo e aumentar a produtividade em todos os sentidos.

A nossa geração já consegue perceber, que para se manter no mercado de trabalho é preciso estar em constante aprendizado, adquirindo competências e desenvolvendo a capacidade de adaptação rápida.

E já notamos que a oferta de cursos online tem aumentado a cada dia.

Com a evolução tecnológica, acredito que o aprendizado contínuo fará parte do cotidiano deles, e que o mundo virtual e as formações online serão um grande aliado.

Desenvolvam os “Soft Skills”

Por definição os “Soft Skills” são as competências comportamentais como: escuta ativa, comunicação, empatia etc. Enquanto que os “Hard Skills” são as competências técnicas ou acadêmicas.

O desenvolvimento dos “Soft Skills” já começa a ser valorizado no mercado de trabalho atual, e acredito que no futuro eles serão a ordem do dia.

Segundo o Forum Economico Mundial, essas serão as competências essenciais para os profissionais do futuro (2022), a maioria são soft skills:

Pensamento analítico e a capacidade de inovação
Estratégias de aprendizagem
Criatividade, originalidade e iniciativa
Capacidade de concepção tecnológica e de programação
Capacidade de análise e pensamento crítico
Capacidade de resolver problemas
Capacidade de liderança e de influência social
Inteligência Emocional
Capacidade de raciocínio
Capacidade de análise e avaliação de sistemas

Muitas das escolas ainda não tem a pedagogia adaptada para ajudar as crianças a se desenvolverem neste sentido. Mas, já temos metodologias como a Programação Neurolinguística, que possui ferramentas que ajudam a desenvolver com eficiência os Soft Skills. Usem a tecnologia para ter liberdade de escolha Nos dias de hoje, muitas das pessoas em idade produtiva, ainda seguem a mentalidade que receberam da geração passada e sentem-se prisioneiros de um emprego. Acredito sinceramente que haverá uma mudança significativa neste sentido. Quanto mais a tecnologia evolui, também evoluem os métodos de trabalho o que permite, por exemplo, trabalhar a distância, de qualquer lugar do mundo, sem estar necessariamente ligado à uma posição geográfica. Penso que a geração dos meus filhos poderá usar a tecnologia para escolher se querem ser empregados ou empregadores, atuar de maneira virtual, independente e sustentável. Para concluir, eu diria que o profissional do futuro, poderá usar a tecnologia para produzir mais em menos tempo. E que desenvolverá constantemente as capacidades humanas, competências sociais e as outras que não poderão ser realizadas por um robô. Será o paradoxo da era da tecnologia e da maior valorização das capacidades humanas, onde o autoconhecimento, a liderança, a comunicação, a criatividade para resolver problemas e a inteligência emocional serão os soft skills mais úteis e procurados do mercado. Quanto a escola do mais velho, escolhemos a que tem uma pedagogia que mais se aproxima da idéia de desenvolver competências humanas e comportamentais. Que a força esteja com eles, profissionais do futuro e que eles ajudem na construção de um novo mundo!

Gina Salazar
Author: Gina Salazar
Colaboradora Convidada
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Estrategista de desenvolvimento pessoal, nas áreas da  Transição Profissional e Relação com o Dinheiro. Especialista em Programação Neurolinguística, empreendedora com 20 anos de experiência em desenvolvimento de projetos e fundadora da EGrowth, empresa que desenvolve treinamentos e coaching, baseada em Bruxelas na Bélgica.

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Covid-19: PM britânico Boris Johnson nos cuidados intensivos https://t.co/O5zsO2OKUN
E DEPOIS? https://t.co/f7RJD4I7Ja
Líderes perigosos https://t.co/4FQWScDjSB
Follow Jornal das Comunidades on Twitter