Ensinar, aprender

ID:N°/ Texto: 4308
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Maravilhosa arte de ensinar, aprendendo”, é um trabalho, em que o  autor não pretende dar quaisquer lições de: pedagogia, didática, cientificismo,  tecnologias, boas práticas docentes, pelo contrário, deseja, outro sim aprender com colegas que tenham a generosidade, e também a bondade, de formular as críticas adequadas, as sugestões mais pertinentes, por forma a que o articulista possa instruir-se e aprofundar os seus conhecimentos, porque considera que, os avanços das ciências e das novas tecnologias é tão rápido e avassalador que se torna, praticamente, impossível saber tudo.

Este trabalho, baseado em cerca de 25 anos de docência do autor, repartidos: pelo ensino médio ao superior; formação profissional em vários contextos: Cursos Educação Jovens; Cursos Educação e Formação de Adultos e finalmente, no âmbito das Novas Oportunidades que, em Portugal, foi uma iniciativa governamental, com um grande sucesso, inclusive, ao nível do  reconhecimento e apoio da União Europeia, permitindo às pessoas que, no devido tempo não puderam frequentar a escolaridade, lhes fosse dada a oportunidade de lhes serem Reconhecidas, Validadas e Certificadas das Competências adquiridas ao longo das suas vidas.

O trabalho que agora se apresenta, tem por objetivo expor a ideia segundo a qual, nesta Maravilhosa Arte de Ensinar também se aprende, e muito, porque ao professor competente, responsável, cúmplice com os seus alunos, atendo às dificuldades sociais, económicas e estatutárias que muitos estudantes apresentam e, neste envolvimento com os seus discípulos, o professor vai adquirindo conhecimentos que, em alguns casos, jamais teria oportunidade de pensar em situações tão complexas.

Naturalmente que é legítimo a qualquer leitor, aos docentes e alunos, extraírem as ilações que entenderem, discordarem, concordarem, indiferença, mas qualquer que seja a atitude, não poderão negar que, também com este Ensaio, talvez, se tiverem a humildade suficiente, consigam retirar alguns frutos de uma árvore que já entrou nas sete décadas de vida, metaforicamente escrevendo, esta árvore é o autor deste trabalho.

Diamantino Bártolo
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Entre em contacto : Diamantino Bártolo Perfil: Info

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimos Tweets

UNIÃO EUROPEIA MOTIVOU PALESTRA NA ESCOLA ANTÓNIO FEIJÓ (Ponte de Lima) https://t.co/hLgZ4CKNzE
UNIÃO EUROPEIA MOTIVOU PALESTRA NA ESCOLA ANTÓNIO FEIJÓ (Ponte de Lima) https://t.co/a317m07BZ2
Aulas na Secundária de Caminha transferidas para contentores https://t.co/SjYOR2ki1C
Follow Jornal das Comunidades on Twitter