Bruxelas, 14 dez (Lusa) – O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje o reforço do contributo português para o apoio ao desenvolvimento em África, uma das áreas do combate ao fluxo migratório, que está em debate no Conselho Europeu.

“Portugal tem tido uma posição muito ativa nesta matéria e hoje vamos reforçar a nossa contribuição para o fundo de apoio ao desenvolvimento de África para a gestão dos fluxos migratórios”, disse o primeiro-ministro, em declarações à entrada para a cimeira, que termina na sexta-feira, em Bruxelas, mas sem especificar montantes.

António Costa destacou “o debate sobre as migrações”, em que será avaliado o trabalho já desenvolvido para enfrentar a crise migratória.

Os líderes da União Europeia vão “procurar encontrar as melhores respostas" para que possam existir "condições mais efetivas para responder a esta necessidade, acrescentou.

Da agenda de sexta-feira, o primeiro-ministro destacou o “debate sobre o futuro da União Económica e Monetária e a importante comunicação que a Comissão Europeia apresentou e que abre um leque importante de oportunidades para aprofundar a nossa zona euro”.

Pub