Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Caixa Geral de Depósitos reduziu 575 trabalhadores em 2019

ID:N°/ Texto: 4502
Foto © : TSF
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – A Caixa Geral de Depósitos (CGD) reduziu 575 trabalhadores em 2019, segundo as contas anuais hoje divulgadas pelo banco público.

De acordo com a apresentação das contas do ano passado, o grupo CGD tinha no final de dezembro na atividade em Portugal 7.100 funcionários, o que compara com os 7.675 que tinha em final de 2018.

Esta redução de funcionários está em linha com as afirmações que o presidente executivo da CGD, Paulo Macedo, fez ao longo do ano passado sobre as saídas de pessoal previstas no total de 2019 (através de pré-reformas, rescisões por mútuo acordo e não renovação de contratos a termo).

A CGD tem estado num processo de redução de trabalhadores desde que foi recapitalizada e negociou o plano de reestruturação com a Comissão Europeia.

Quanto à rede comercial, a CGD refere nos resultados hoje divulgados que tinha 548 pontos de contacto com os clientes no final de 2019 em Portugal, sendo que este número inclui agências mas também extensões e gabinetes de empresas.

O banco público divulgou hoje que obteve lucros de 776 milhões de euros em 2019, um aumento de 57% face aos 496 milhões de euros registados em 2018.

Hoje, na apresentação dos resultados da CGD, em Lisboa, José de Brito, administrador financeiro do banco, disse que desde 2016 o grupo bancário já reduziu em 20% o número de trabalhadores.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Últimos Tweets

Bispo de Viana do Castelo morre em despiste na A2 em Almodôvar https://t.co/Ki44W3qhR7
Francisco Guerreiro apela à UNESCO para travar a classificação da tourada como Património Cultural https://t.co/nzXJvNg5r3
CORRELHÃ PREPARA APRESENTAÇÃO SIDRA DE MIRTILO https://t.co/1DabCrWEHn
Follow Jornal das Comunidades on Twitter