Nesta terça-feira ao final da tarde, o Press Club de Bruxelas serviu mais uma vez como palco para apresentar inovações vindas de Portugal.

O speaker internacional e coach executivo João Catalão abriu o evento falando sobre os maiores desafios que enfrentam os empresários contemporâneos e deu exemplos de excelência portuguesa no mundo dos negócios. Em seguida, a dupla que gere a empresa gráfica portuguesa EURO2 subiu ao palco para expor os seus produtos além fronteiras.

Com um dinamismo e empatia que lhe são característicos, Catalão sintetizou os problemas do mundo empresarial atual, abordando tanto a questão da rápida mudança tecnológica e da chegada da inteligência artificial, como a renovação dos valores morais e das exigências do consumidor. Catalão ainda teve tempo para apontar qualidades como o espírito criativo e a resiliência às empresas nacionais, e desta maneira apresentou os seguintes oradores.

Subiram então ao palco os empresários da EURO2, gráfica portuguesa estabelecida em Sintra, que oferece revolucionárias técnicas de impressão aos seus clientes e que aposta em materiais ecológicos. Entre outros, a empresa enfrenta o desafio da mudança para o digital em várias indústrias tradicionalmente ‘físicas’, como é o exemplo do sector dos media. Respondendo a tais desafios, a gráfica oferece diferentes técnicas de estampar em papel, que criam novos brilhos e relevos mais delicados.

Foi também exposta uma inovadora tecnologia que dispõe conteúdos em papel em três dimensões. Esta tecnologia de realidade aumentada permite uma interação mais completa com jornais, panfletos, cartões de visita etc.. É através de uma aplicação e da leitura de um código de resposta rápida que, sobre uma simples folha de papel, se abre este leque de possibilidades.

A gráfica EURO2 visa expandir o seu negócio através de um plano de internacionalização que envolve primeiro o mercado Belga e o Francês. O evento desta tarde é representativo da realidade do empreendorismo em Portugal que abre cada vez mais os seus horizontes.

Pub