NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi
Pub

Exportações portuguesas para a China aumentam quase 35% em 2017

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Macau, China, 09 fev (Lusa) – Portugal exportou produtos no valor de 2.128 milhões de dólares em 2017, um crescimento de 34,69%, num ano em que as trocas comerciais entre os dois países desceram 0,17%, foi hoje divulgado.

Dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau e com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega chineses, Lisboa vendeu a Pequim produtos no valor de 2.128 milhões de dólares (cerca de 1,7 mil milhões de euros), enquanto da China chegaram produtos no valor de 3.480 milhões de dólares.

Apesar de as trocas comerciais, no valor de 5.608 milhões de dólares, ainda serem favoráveis à China, ao longo de 2017 Portugal pagou, em valor, menos 13,81% em produtos a Pequim.

Os mesmos dados indicaram que as trocas comerciais entre a China e a Lusofonia se fixaram em 117.588 milhões de dólares ao longo do ano passado, verificando-se um crescimento de 29,4%.

O Brasil é o principal parceiro da China no âmbito do bloco lusófono, tendo registado trocas comerciais de 87.534 milhões de dólares. Pequim comprou a Brasília produtos no valor de 58.302 milhões de dólares e o Brasil vendeu mercadorias no valor de 29.233 milhões de dólares.

Entre a China e o Brasil, as trocas comerciais ampliaram-se 29,5%, com as importações de Pequim a aumentarem 28,4% e as vendas a Brasília a crescerem quase 32%.

Angola surge no segundo lugar do 'ranking' lusófono com trocas comerciais com a China no valor de 22.345 milhões de dólares, com Luanda a enviar para Pequim produtos no valor de 20.048 milhões de dólares e a fazer compras de 2.297 milhões de dólares.

No ano em análise, as trocas comerciais entre os dois países subiram 43,42%, com Pequim a fazer mais 45% de compras, em valor. As exportações da China para Angola aumentaram 30,45% em 2017.

A China estabeleceu a Região Administrativa Especial de Macau como plataforma para a cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003, ano em que criou o Fórum Macau, que se reúne a nível ministerial de três em três anos.

Pub
 


Últimos Tweets

La Grand-Place de Bruxelles déroule son 21e Tapis de Fleurs https://t.co/BQVGG0EmEs
Governo italiano admite que número de mortos vai aumentar https://t.co/5VTblExAqb
Oitenta armas de fogo apreendidas em Coimbra pela PSP https://t.co/rsq8iPNtkv
Follow Jornal das Comunidades on Twitter