Banda Calema e Fernando Rocha juntos no palco em Zurique

ID:N°/ Texto: 4469
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

MadeinPortugal, fundado por Paulo Martins, Diogo Milheiro e Paulo Marques (actualmente composto apenas pelos primeiros dois fundadores), tem tentado que os portugueses emigrados na Suíça tenham um pouco do seu país consigo enquanto estão no país que os acolhe. Não haveria melhor forma para isso, que trazer o calor da música portuguesa ao frio helvético. 

Paulo Martins, natural de Chaves, explica que depois “de um estudo em relação aos eventos realizados na Suíça, que era apenas um artista em concerto ou uma banda, decidimos que queríamos algo mais, que agradasse a várias faixas etárias; todos no mesmo evento e daí surge o festival MadeinPortugal, para agradar toda a família”.

Casado e pai de três filhos, Paulo Martins leva este amor pela cultura portuguesa e pelo que faz a toda a sua família. Durante estes anos já conseguiram trazer vários artistas à Suíça, desde Anselmo Ralph, Tony Carreira, Xutos&Pontapés, “quase todos os que possam imaginar, desde que seja português e que esteja no topo”, afirma o empresário E desta vez não será diferente. Madeinportugal, traz a Zurique no dia 29 de Fevereiro a banda Calema, para apresentarem o seu novo álbum Yellow. Mas os cantores de origem caboverdiana, não chegam a Schlieren (ZH) sózinhos, com eles o humorista de sucesso Fernando Rocha, como convidada especial a cantora Soraia Ramos e para terminar a noite mais em festa os Dj’s Nuka, Tiago e Diego FM.

Com eventos por toda a Suíça, têm tido bastante aderência, dependendo do tipo de festividade que organizam. Mas todos os artistas que trazem são escolhidos “depois de um estudo de marketing que é feito pela equipa”, como explicou Paulo Martins.

Para este evento, que terá lugar no dia 29 de Fevereiro de 2020, ainda há bilhetes à venda, que podem ser adquiridos nos postos de venda habituais (para mais informações aceder ao site madeinportugal.ch), bem como nos parceiros de vendas: Ticketcorner.ch, Manor, Post, Coop City e SBB. 

Mas este grupo não fica por aqui e já têm planos para o futuro: 4 de Abril em Payern Tony Carreira e Fernando Daniel vão encher os corações dos emigrantes portugueses. E já estão as datas marcadas para os novos festivais: 9 de Maio o Madeinportugal no Stadhalle Dietikon e em 10 de Maio o Suprisse, a realizar no mesmo local.

O fundador desta ideia fala da dificuldade que é de arranjar patrocinios e quem os apoie “se dependessemos de patrocínios, nunca teríamos fundado o festival!”. Mas não se deixaram derrotar e por acreditarem no projecto que têm em mãos continuam “com um concerto depois do outro”, esperando que cada vez mais portugueses adiram aos seus eventos e para o futuro... resta esperar porque sem querer revelar muito do que aí se avizinha, Paulo Martins deixou apenas no ar em tom de brincadeira, que “depois de Julho vêm as férias”.


RECOMENDADOS PARA SI