(Lusa) - As remessas dos emigrantes subiram 9,6% em outubro, para 302,5 milhões de euros, enquanto as verbas que os imigrantes em Portugal enviaram para os seus países subiram 5,5%, para 46,3 milhões.

De acordo com os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal, as remessas dos emigrantes portugueses passaram de 276 milhões de euros, em outubro do ano passado, para 302,5 milhões em outubro deste ano, o que revela uma subida de 9,64%.

Em sentido inverso, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram para os seus países 46,31 milhões de euros, o que equivale a uma subida de 5,56% face aos 43,87 milhões enviados em outubro do ano passado.

Os emigrantes no Reino Unido, o principal destino da emigração portuguesa, enviaram em outubro para Portugal 31,59 milhões de euros, o que representa uma subida de quase 30% face a outubro do ano passado, mês em que enviaram para Portugal 24,4 milhões de euros.

Os emigrantes a trabalhar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) enviaram 20,45 milhões de euros, o que representa uma ligeira subida de 1% face aos 20,24 milhões enviados em outubro do ano passado.

Pub
 


Pub