Sopa da Pedra 2018 - Grupo Etnográfico "O Ribatejo"

ID:N°/ Texto: 2433

Votos do utilizador: 4 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 

Decorreu com êxito a quarta edição da "Sopa da Pedra"! Uma iniciativa do Grupo Etnográfico "O Ribatejo", de Bruxelas. A sala IRSA voltou a encher, numa adesão e apreço natural com a cultura, o folclore, a etnografia e claro a gastronomia.

Também fomos brindados, logo na abertura da festa, com uma bonita peça de dança teatrada, alusiva ao tema de tão delicioso jantar e sujeita a diversificadas interpretações.

A numerosa assistência apreciou e dos aplausos soltavam-se os parabéns, também para a Helena Azevedo, que preparou, com talento e requinte aquele habilitado grupo. Foi de facto a surpresa da noite, que contou ainda com o cante feminino da APEB e actuação de baile, pelo conjunto musical "Os Farrapos". 

Finalmente o Etnográfico "O Ribatejo", principal dinamizador do evento, realizou mais uma excelente actuação, com a típica música e dança ribatejana. De realçar também a beleza e a simbologia dos trajes, com os respectivos adereços próprios, retratando com rigor a etnografia e a tradição popular daquela riquíssima região de Portugal. Um verdadeiro hino ao folclore, apreciado e por isso, efusivamente aplaudido.

Este jovem agrupamento tem desenvolvido outras actividades, com destaque para o festival anual de folclore, sempre muito concorrido, tal é a dinâmica e coesão dos seus membros, que não se poupam a esforços, sempre e quando for necessário. Tem participado ainda, com sucesso, noutros eventos próximos, mas também nos países limítrofes à Bélgica.

Deixam sempre uma imagem muito positiva, exaltando assim, aquilo que somos; da nossa história e tradição popular. Merecem, por isso mesmo, bem mais que os aplausos; que os louvores sejam também de arrimo por quem tem o dever de comparticipar, na vida e na admirável acção do folclore no estrangeiro, autêntico embaixador de Portugal no mundo! Que se juntem os diversos responsáveis pelo folclore na Bélgica, representantes dos diversos agrupamentos e façam as devidas diligências para obter algum género de apoio efectivo, concreto; juntos, são, provavelmente, mais fortes na exigência e na demanda dessas ajudas pontuais. Fica a dica, que também é interpelação.

Esteve presente e usou da palavra, numa salutar saudação, a Dra. Carina Gaspar em representação da Embaixada de Portugal; aproveitou para agradecer e saudar a iniciativa, que promove as nossas tradições em meio imigrante. Por sua vez o Sr. Cônsul Honorário de Portugal em Gent, M. Bruno JoosdeterBeerst, também felicitou o que estava a presenciar, deixando expresso o seu agrado, em bom português. A festa continuou, noite dentro, com baile popular.

Estão de parabéns, todos quantos se envolveram e ajudaram. Do mais alto cargo de responsabilidade, à mais simples tarefa… Só assim se explica o sucesso de tão expressiva noite portuguesa.

Pub


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

PAN questiona a Comissão sobre escândalo de abusos a animais em laboratório alemão https://t.co/0ljxSlpyAl
Colóquio português sobre cultura da democracia na Universidade de Zurique https://t.co/W9qbtQrjdx
PNL para quem quer reprogramação mental https://t.co/9arZl3KbPe
Follow Jornal das Comunidades on Twitter