Decorreu, de forma altiva e prazenteira, a 18ª edição do Folklorissimo, um evento organizado pela Vila de Bruxelas-Centro, na emblemática Grand Place, ex-libris da cidade, lugar de encontro com a história, com a arte e a memória, com a cultura e o diálogo entre gerações…

Consciente de tão vasto potencial patrimonial, a Câmara de Bruxelas, por via da vereação da Cultura e Turismo organiza ali, variadíssimos eventos de índole sociocultural, formativos e abrangentes da sociedade civil organizada. De tantas ocorrências populares o Folklorissimo ocupa especial destaque, também pela riqueza cultural que abarca o folclore na sua ampla diversidade.

As autoridades e respectiva organização fazem, em cada ano, o convite a um determinado país a quem delegam honrosas tarefas de promoção e de representatividade. Declararam o nosso país como convidado de honra da 18ª edição do Mega evento, que congrega e une, num mesmo espaço, dezenas de grupos participantes e de incalculáveis visitantes que o acaso traz até à mais bela Praça do mundo!

E foi, de facto, um privilégio poder estar nesse lugar com tanta animação e claro, com os motivos de promover o que somos e temos, no coração da Europa; coincidência maior foi o facto de termos connosco o Sr. secretário de Estado das Comunidades Portuguesas que, juntamente com o Sr. Embaixador de Portugal na Bélgica, António Alves Machado e Vereadora da Cultura da Vila de Bruxelas, procederam à inauguração oficial do evento.

Depois dos cumprimentos e felicitações aos participantes de produtos e gastronomia, usaram da palavra, o Sr. José Luís Carneiro, digno representante do Governo português, que deixou laudativo discurso, na nossa língua e depois em francês; um orgulho partilhado, tão profunda foi a sua mensagem, fazendo uso da história e da memória de dois povos que se relacionam há séculos! Usou e muito bem a força do elogio em relação à Diáspora; pelo que somos e produzimos, mas também ao nível da imagem e da postura social. Claro que foi aplaudido, por ser alguém que encarna a nossa realidade do quotidiano.

Alguém que se interessa, que defenda e que se mobiliza, para a resolução de muitas situações desfavoráveis e/ou controversas, sob a tutela do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Estamos orgulhosos deste Governante, pelo seu empenho e carisma; parabéns, Dr. José Luís, o nosso secretário de Estado!

Seguidamente foi a vez da Sra. Karine Lalieux, Vereadora da Cultura e Turismo, se dirigir aos presentes, para lhes dizer o quanto estava feliz por terem escolhido Portugal como convidado de honra. Salientou a importância do evento e agradeceu a presença das autoridades diplomáticas que nobilitaram a sessão de abertura da Festa; sempre acompanhados pelo Sr. Embaixador, que não se poupou a esforços, para que tão prestigiante acontecimento fosse abarcado de êxitos!

E de facto foi um grande sucesso, porque todos se empenharam de forma virtuosa e responsável. Mais do que deixar uma boa imagem, quisemos mostrar o nosso talento cultural: através dos grupos musicais que se exibiram com alegria e orgulho; dos agrupamentos de folclore que produziram brilhantes espectáculos musicais e de danças tradicionais, com as cores e os trajes que identificam as regiões, os usos e os costumes do nosso povo lusitano; da nossa gastronomia, com os cheiros e os paladares dos bons petiscos; os nossos vinhos e a excelência da sua qualidade; o incentivo e promoção turística; os sorrisos e a candura da juventude portuguesa presente em tantas tarefas! Claro que estivemos muito bem. 
Abrimos assim, portas e janelas à nacionalidade e aos valores de Portugal.

Pub

António Fernandes
Colaborador
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor: