INAUGURAÇÃO DA CAPELA DE PORTUGAL NA CATEDRAL DE S. PEDRO EM GENEBRA

No dia 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, foi inaugurada a Capela de Portugal, pela Fudação das Chaves de São Pedro e Consulado Geral de Portugal em Genebra.

Um momento solene e grandioso e para muitos surpreendente, pelo desconhecimento d a sua existência. Esta capela que foi reabilitada na Catedral de São Pedro e onde estão os restos mortais de 2 princesas portuguesas. Os historiadores presentes, que fizeram a apresentaçâo histórica, Isabelle Brunier (em francês) e Flávio Borda d´Agua (em português), referiram que se pensa ainda existir o corpo de outra princesa ali sepultada, segundo reza a lenda, mas que não existe documentação suficiente para o provar. Extraordinário e excepcional pois era impensável que as autoridades Genebrinas da época (1639) o permitissem.

Emilie D’Orange Nassau, Emília de Nassau, casou com D, Manuel com o título de « Princípe de Portugal »tornando-se portuguesa . A princesa Maria Belgia viveu também em Genebra até falecer a 29 de Junho de 1647, com 47 anos sendo depois então aqui sepultada junto a sua mãe. Sabe-se que as exéquias foram feitas com fausto, com a presença das diversas cortes da Europa. As lápides têem o escudo de Portugal e da Holanda pois a princesa Emília de Nassau também tinha ascendência holandesa.

As obras de reabilitação que se iniciaram com a anterior Cônsul-Geral, dra Maria de Fátima Mendes foram retomadas com o maior interesse já com a responsabilidade do Senhor Cônsul-Geral de Portugal em Genebra, Dr Miguel de Calheiros Velozo quando contactado para o efeito, pelo Director da Fundação das Chaves São Pedro que gere a Catedral . Foram instaladas na Capela de Portugal, peças de mobiliário sacro, de madeira nobre, concebidas pelo Arquitecto Álvaro Siza Vieira.

Esta capela, situada do lado esquerdo do altar-mor da Catedral de São Pedro, tem uma área de seis metros por quatro, com três bancos, um altar e uma cruz estilizada. Os patrocinadores do projecto foram três bancos : Montepio Geral, Santander Totta e Novo Banco.
Dado o enorme interesse e mobilizaçâo por parte do Consulado e Sr Cônsul-Geral de Portugal em Genebra, a Fundação das Chaves de São Pedro tudo fez para que neste ano e no dia 10 de Junho a inauguração pudesse ter lugar, o que aconteceu.

Presentes, a comunidade civil e vários convidados como o Ministro da Cultura Dr Luis Castro Mendes e entidades do Conselho de Estado e Municipais suiços.
A capela foi inaugurada pelo Senhor Embaixador de Portugal em Berna, António Ricoca Freire e filmada e transmitida no centro da catedral.
Este projecto histórico, que destaca a presença de duas princesas portuguesas que residiram em Genebra no século XVII, veio reabilitar e dar vida a um espaço que servirá a muitos milhares de visitantes que o pretendam, de um local singular de recolhimento.

A Catedral de São Pedro está situada no centro histórico de Genebra e é desde 1535 a principal igreja protestante da cidade, sendo um dos símbolos da cidade de Genebra a que Portugal fica desta forma ligado num dia particularmente especial da sua História.

Pub

Ana Casanova
Author: Ana Casanova
Colaboradora / Correspondente
Pode ler mais sobre este colaborador
Pode ler mais sobre este colaborador

Entre em contacto : Ana Casanova Perfil: Info

Artigos deste Autor: