NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi
Previous Next

Jean Pina, o lusodescendente que não para de surpreender

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Jean Pina, como é conhecido no Concelho da Guarda, é um lusodescendente que emigrou para França há mais de 30 anos e que não para de nos surpreender.

Este empresário, administrador de um grupo de seis empresas na Região de Paris tem sido um exemplo no apoio aos que mais precisam, em especial, na região altaneira que o viu nascer, a Cidade da Guarda.
É difícil relatar na sua totalidade o quanto fez neste ano em prol dos outros, contudo, e evocando Madre Teresa de Calcutá “Não é o quanto fazemos, mas quanto amor colocamos naquilo que fazemos. Não é o quanto damos, mas quanto amor colocamos em dar”.

Para além das ofertas em dinheiro a varias instituições do Concelho da Guarda e em Paris, ofereceu computadores aos reclusos do Estabelecimento Prisional da Guarda, reclusos que visita assiduamente quando se desloca a Portugal, presenteou com sorrisos o aniversário de uma criança muito especial, “gestos singelos”, como afirma Jean Pina.
Ainda no decorrer deste ano e após ter sido contactado pela Presidente da Associação de Pais – APEEER – Manuela Duarte, do Instituto de São Miguel. O Outeiro de S. Miguel é uma IPSS, que tem como objetivo primordial, educar, formar e cuidar de crianças e adolescestes. Esta IPSS possui atualmente 42 jovens internos com idades compreendidas entre os 10 e os 16 anos. Este gestor adquiriu cerca de uma centena de livros lúdico-didáticos, que se destinaram às salas de convívio e lazer dos alunos do 1º, 2º e 3º ciclos e ofereceu 5 computadores que foram colocados numa sala de estudo dos alunos internos que integram o Lar de Infância e Juventude da Instituição, contribuindo, assim, para estimular a promoção da pesquisa e do conhecimento, com recursos às TIC.

Esta Associação de Pais quis prestar-lhe uma homenagem, em jeito de agradecimento, pelo seu gesto benemérito. Foi uma manhã de emoções partilhada com a família, nomeadamente, a esposa - Rosa Sanchez e filha - Carla Pina, que se deslocaram de Paris para acompanharem esta cerimónia, bem como, a mãe e irmão, as crianças, a Direção da Escola, na pessoa do Senhor Cónego Geada Pinto, Entidades locais e amigos pessoais de Jean Pina, nomeadamente, a escritora da sua Biografia- Elizabete Dente. “São ocasiões como este que valem a pena e acima de tudo, quero suscitar à minha filha mais nova o dom da partilha”, refere com emoção.

Dezembro, mês da família, dos afetos é dos momentos mais marcantes para Jean Pina “sinto saudades da minha infância, da minha família, nomeadamente da minha mãe e irmãos”, realça. Assim, desde o início deste mês que este empresário se tem desdobrado em numerosos apoios.

Este ano e porque os bens alimentares angariados em campanhas públicas na época de Natal foram menores, eventualmente por causa das ajudas que foram dadas às vítimas dos incêndios que abalaram Portugal, adquiriu vários quilos de comida, essencialmente, a mais ligada a esta época festiva- bacalhau, azeite, bolo-rei, enlatados, leite, arroz, entre outros géneros alimentícios. Estes bens alimentares foram ofertados à Loja Social “Mão Amiga” à “RLIS” - Redes Locais de Intervenção Social, nomeadamente, a que funciona no Centro de Formação, Assistência e Desenvolvimento da Guarda (CFAD) e ao centro de dia e lar de idosos de Fernão Joanes.

No âmbito do Protocolo firmado com a Casa do Benfica, no passado mês de julho, foram recolhidos, também, bens alimentares, brinquedos e roupas tendo sido entregues à Loja Social “Mão Amiga”.
Foi igualmente com verdadeiro espirito natalício que presenteou duas famílias com dificuldades económicas da Sua Terra - os Meios, a pequena Aldeia que o viu nascer há 50 anos. Ofereceu 2 cabazes com todos os produtos característicos desta época mágica.

No dia em que comemorou o seu 50º aniversário confidenciou-nos “recebi uma mensagem de uma mãe que queria muito concretizar um sonho do filho Rubem, mas que não sabia como faze-lo, já que não possuía dinheiro para lhe comprar o computador que ele tanto queria”.

O Rubem é um jovem com 17 anos a quem lhe foi detetada uma distrofia muscular, deixou de andar aos 8 anos e como se trata de uma doença progressiva foi perdendo as capacidades, atualmente só consegue mover as mãos. “ Não pensei duas vezes”, refere, “pedi para que lhe fosse comprado um tablet com teclado em silicone para que o corpo franzino deste adolescente pudesse suste-lo no seu colo”. Para além deste equipamento, Jean Pina ofereceu a esta família bens alimentares. “Sei que tiveram um Natal mais feliz, logo também eu e a minha família ficámos mais felizes por conseguir concretizar o sonho desta família.
Foi um ano em grande, refere uma vez mais Jean Pina, “fiz sorrir muita gente”

Assim é o lema deste empresário benemérito que irá continuar a ajudar quem mais precisa no novo ano que se aproxima.
Um exemplo a seguir e que engrandece a comunidade portuguesa em França.

Pub


Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Últimos Tweets

Momentos https://t.co/8XJ0E0MF4a
La petite portugaise asbl https://t.co/GKWPejnbOW
Os investimentos dos empresários da diáspora em Portugal https://t.co/VsHCXXS8Ai
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter