NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi

Natal tem para todos nós um significado muito especial

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

“Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo. Eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.”

É com este poema do poeta Carlos Drummond de Andrade que começamos a nossa mensagem de final de Ano, uma mensagem em nome da LUSO.

Mais um ano que chega ao fim, mais um ano que foi vivido de forma tão intensa por todos nós, Comunidade Portuguesa residente na Bélgica.
É chegada então a altura de fazermos o balanço do que fizemos de bem, do que poderíamos ter feito melhor, dos projectos que por serem projectos ainda não conseguimos tirar da gaveta, mas que se calhar, com o Ano Novo que se avizinha vão ganhar uma nova alma e finalmente vão poder ser partilhados com todos aqueles que nos rodeiam.

Porque a Vida é isto mesmo, uma construção constante e em pleno movimento.

E se é verdade que o Natal tem para todos nós um significado muito especial, sendo crentes ou não, também é verdade que nesta época do ano sentimo-nos convidados de uma forma muito especial a  celebrar a Família e a união entre todos os povos da Terra.
Nesta época do ano costumamos atirar para trás das costas os mal entendidos, as desavenças e até algumas zangas que nos consomem lentamente.
É também por esta altura que, e normalmente à volta de uma mesa posta sempre com muito Amor, nos reconciliamos com a nossa Vida e com todos aqueles que fazem parte dela e ficamos por isso mesmo sempre mais felizes e em Paz!

Pensamos então baixinho, mesmo que não ousemos dizer em voz alta: VIDA BOA!

Na azáfama da organização do grande dia, entre as listas de coisas a fazer para que tudo esteja perfeito e nada seja deixado ao acaso, esquecemo-nos por vezes daquilo que é mais essencial nas nossas Vidas, dando às vezes mais importância ao que é acessório, ao que vai e vem, ao que hoje é verdade mas amanhã já pode ser mentira.
Concentramo-nos em coisas efêmeras, que não nos ajudam nunca a criar raízes e sedimentar os alicerces de uma Comunidade que queremos forte e saudável.

E uma Comunidade é constituída por TODOS. TODOS sem excepçao, até mesmo pelo outro, aquele que está tantas vezes bem do nosso lado, sozinho e isolado, e a maior parte do tempo completamente esquecido.

E é aqui que esta equipa fantástica da LUSO entra em acção, tentando aproximar todos aqueles que encontram na língua Portuguesa um elo de ligação, e dando voz a todos aqueles que queiram partilhar a Vida (em directo ou em diferido).   Do lado de cá da câmara uma equipa de voluntários que tenta levar até si o que de mais importante acontece na nossa Comunidade presente no reino da Bélgica ou em qualquer parte do mundo onde se fale a língua de Camões.
Chegou então o tempo certo para pararmos, analisarmos e fazermos em conjunto  uma reflexão sobre a Vida, pensarmos nos momentos vividos e tentarmos descobrir qual foi afinal o saldo do ano que passou.

Como Portugueses que somos olhamos com algum orgulho dificilmente disfarçado para o nosso País. Entre o Ronaldo e Salvador Sobral o nosso coração balança. As notícias que vão chegando do nosso Portugal, as proezas que os NOSSOS vão fazendo onde quer que estejam, levam-nos a um entusiasmo contagiante e a afirmarmo-nos orgulhosamente Portugueses!

Mas como na Vida, também às vezes nem tudo são rosas no nosso canteiro à beira mar plantado! A tragédia dos incêndios veio infelizmente ensombrar um ano que todos queríamos que fosse ainda mais sorridente.
Fomos todos, enquanto Povo, postos à prova. Fomos todos chamados a pensar na realidade dura de um Pais desertificado no interior, que pouca atenção tem dado à problemática da proteção da Natureza... afinal, a nossa maior riqueza.

Que o ano que se avizinha possa ser pois o ano da mudança, o ano em que a nossa consciência colectiva possa despertar para este temas que é a herança mais valiosa que podemos deixar aos nossos filhos, netos e gerações vindouras.

A partir do dia primeiro de Janeiro temos 365 dias, 52 semanas certinhas, para renovarmos a  nossa esperança. 52 semanas de uma expectativa que queremos colectiva, onde todos seremos poucos para criarmos a onda da mudança: lá como cá, todos (mas mesmo todos) seremos chamados a dar o nosso melhor para ultrapassarmos em conjunto os desafios e sentirmos aquele orgulho tão genuinamente manifestado ao longo de toda a nossa história.
AQUI e o AGORA o que a Luso deseja a todos vós a sabedoria e a capacidade de, em conjunto, conseguirmos ter aquele olhar especial, aquele olhar que faz a diferença!

Comprometemo-nos a dar voz a tudo o que irá acontecer na nossa Comunidade, de forma a criarmos uma rede que vá para além da informação pura e dura. A tal rede dos afectos que o nosso Presidente da República tão bem iniciou no inicio do seu mandato.

Desejamos por isso que este olhar especial, este gesto que pode fazer a diferença possa acontecer, tornando-nos cúmplices no futuro que queremos construir.  

UM FELIZ & UM SANTO NATAL
E QUE O ANO DE 2018 POSSA SER UM ANO CHEIO DE MUDANÇAS  E MUITA PAZ!

Pub

Luso Productions
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor:

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
16
17
18
20
23
24
26
27
29

Últimos Tweets

O centro de Bruxelas vestiu-se de Portugal https://t.co/Mj7Q9fISAL
I Love Portugal - Gosto de Portugal https://t.co/gorI82Zu2q
O trumpismo dos jovens lusodescendentes nos Estados Unidos https://t.co/dkBLODMQaM
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter