quinta-feira, 06 outubro 2022

O AMOR DE MÃE É ETERNO

Out. 04, 2022 Hits:74 Crónicas

INSULTUOSO – CORROMPIDO…

Out. 01, 2022 Hits:246 Opinião

Então Paris como é?

Set. 28, 2022 Hits:49 Crónicas

Desliguei a internet

Set. 26, 2022 Hits:73 Crónicas

OS TEMPOS DAS CIDADES

Set. 19, 2022 Hits:117 Crónicas

Quem vai pagar impostos?

Set. 19, 2022 Hits:111 Opinião

Os robots não devem paga…

Set. 18, 2022 Hits:245 Opinião

Paternalismo

Set. 14, 2022 Hits:95 Crónicas

Os novos radares de controlo de velocidade de trânsito distribuídos pela cidade de Lisboa, com tecnologia avançada.

Agora também surgiram os radares de velocidade média. Quer dizer que se passar em dois pontos de controlo à velocidade máxima permitida, por exemplo, 80 quilómetros por hora, mas durante aquele trajecto, não monitorizado, ultrapassar a velocidade máxima permitido, o sistema fará o cálculo médio da velocidade utilizada para percorrer aquele percurso e determinará que circulou em excesso de velocidade.

Com a introdução destes novos radares em Lisboa, o Governo prevê um aumento significativo da receita com as multas da estrada. Esta situação não é nova e tem vindo a aumentar nos últimos anos.

Portanto as velocidades médias e instantâneas vão ser medidas com estes novos aparelhos e aplicadas as multas sempre que se verifique excesso de velocidade instantânea, isto é, à passagem pelo aparelho, ou haja excesso de velocidade média, isto é, durante o percurso entre dois pontos de controlo seja excedida a velocidade máxima permitida.

O melhor é passar a usar com maior regularidade a velocidade de cruzeiro, «cruise control», a fim de fixar a velocidade permitida para aquele percurso.

A situação tende a agravar-se com o surgimento de carros inteligentes, em que tudo, ou praticamente tudo, poderá ficar registado na caixa negra do veículo.

À semelhança do que se passa com o telemóvel e os registos na internet, ou seja, onde vamos, o que fazemos e o que escrevemos, tudo poderá fazer parte do nosso diário na web. Sempre que aceitamos um «cookie», quando colocamos uma foto na rede social, ou simplesmente ligamos o computador, estamos a permitir a monitorização da nossa actividade.

Assim também poderá suceder com os veículos automóveis. Bem, na verdade, tal já acontecia através dos telemóveis.
Hoje em dia é possível contratar um seguro de viagem, contabilizado à hora, determinar os detalhes da viagem, através do telemóvel. Em simultâneo, o segurado dá o acordo em ser monitorizado através do seu telemóvel para ser seguido pelo GPS do aparelho. Em caso de sinistro o telemóvel comprova todos os detalhes da localização.
O mesmo passará a suceder com maior detalhe e vocacionado para todos os eventos a suceder em estrada. Os carros passarão a dispor de equipamentos, para registar todos os detalhes, por exemplo, em caso de sinistro. Câmaras de filmar, microfones, sensores de impacto, registo da velocidade instantânea entre outros. Estes sistemas, produzirão auto-aprendizagem para melhorar os sistemas de segurança automóvel, para além de registar o acidente.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Joao Pires
Author: Joao PiresEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1799 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31