quinta-feira, 01 dezembro 2022

Dá-se com as duas mãos

Nov. 29, 2022 Hits:737 Crónicas

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:755 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:281 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:157 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:531 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:224 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:273 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:480 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:824 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:147 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:357 Opinião

Covid-19: México supera pela primeira vez os mil mortos num só dia





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


(Lusa) - O México registou mais de mil mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o pior balanço diário desde o início da pandemia e mais do dobro de óbitos verificados na véspera, anunciaram as autoridades.

As autoridades assinalaram esta quarta-feira 1.092 óbitos em 24 horas, contra os 470 mortos verificados no dia anterior.

No total, a covid-19 já causou a morte a mais de 11 mil pessoas no México, o segundo país com mais óbitos na América Latina, depois do Brasil.

O país contabilizou até ao momento 101.238 casos de contágio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 384 mil mortos e infetou mais de 6,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,7 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou a ser o que tem mais casos confirmados (mais de três milhões, contra mais de 2,2 milhões no continente europeu), embora com menos mortes (mais de 169.700, contra mais de 180 mil).

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), paralisando setores inteiros da economia mundial, num “grande confinamento” que vários países já começaram a aliviar face à diminuição dos novos contágios.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 592  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?