BACALHAU JUNTOU NORUEGUESES, SUECOS E PORTUGUESES, EM BRUXELAS

Foi mais um evento de promoção de Portugal e sua excelente enogastronomia, desta vez no âmbito de uma conferência académica organizada ontem em Bruxelas, pelo eurodeputado da respectiva comissão parlamentar.

Para a confecção do almoço com os oradores, José Inácio Faria chamou á capital europeia, o Melhor Cozinheiro Jovem Portugal 2017, vencedor do concurso Jovem Talento de Gastronomia, após uma série de provas durante meses em escolas profissionais e de hotelaria do país, recordemos.

Natural de Fornelos, Ponte de Lima, acompanhamos João Pedro Coelho, também como participante na Academia dos Oceanos, evento integrado no projecto Universidade Marítima Mundial, e realizado no Parlamento Europeu.

O menú começou com umas entradas a que o Chef Júnior chama de Trilogia do salmão, pois a apresentação repartiu-se sob a forma de carpaccio, lombo e enrolado. Acompanhavam a iguaria, germinados de beterraba, creme de limão e balsâmico velho.

O prato escolhido foi um Bacalhau no forno, gratinado, com batatas às rodelas, cebola e molho de tomate. Uma salada verde acompanhava o “ fiel amigo”, o qual foi regado com brancos e tintos, nomeadamente um Alvarinho da Quinta da Pedra, em Monção, e um S. Lourenço, da Bairrada, este das castas touriga nacional e Merlot.

Os elogios não se fizeram esperar por convidados estrangeiros, como o norueguês Reid Hole, da Universidade do Norte, em Bodo, Director da Faculdade de Biociências e Aquacultura e outros compatriotas importadores de bacalhau na Bélgica; Cleopatra Doumbia – Henry, Presidente da Universidade Marítima Mundial com sede na de Malmo (Suécia) e Professora Visitante na de Genebra (Suíça), onde foi Directora da OIT (Organização Internacional do Trabalho), para além de Roman Long, irlandês, da Universidade Nacional em Dublin, e seu colega nessa outra da Escandinávia, consultor em Direito do Mar para a Comissão Europeia, UNESCO e ONU.

Dos nossos compatriotas, salientemos Jorge Gonçalves, do Centro de Ciências Marinhas da Universidade do Algarve e Visitante da de Cádiz, Espanha.

Após o repasto, todos assistiram ao evento organizado pelo eurodeputado no âmbito da referida Universidade Marítima Mundial, fundada pela Organização Marítima Internacional – IMO – em 1983, uma Agência especializada da ONU – Organização das Nações Unidas – com sede em Nova Iorque.

Pub

Tito Morais
Author: Tito Morais
Colaborador Convidado
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor:

Pub