Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Daniel Bastos

Daniel Bastos
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Daniel Bastos n.1980 em Fafe.

Licenciado em História (ensino de) pela Universidade de Évora em 2003, concluiu no mesmo ano o Curso de Cultura Teológica promovido pelo Instituto Superior de Teologia de Évora.

Com vários artigos publicados, e participações em colóquios e conferências, venceu em 2006 a VI edição do Prémio de História Local da Câmara Municipal de Fafe, com o trabalho “As Eleições Presidenciais no Estado Autoritário Português. Processos e actores políticos: o exemplo de Fafe”, e em 2011, o Prémio Literário A. Lopes de Oliveira com a obra Fafe – Estudos de História Contemporânea. Publicado nesse ano pela Editora Labirinto, com prefácio de Iva Delgado, presidente da Fundação Humberto Delgado, o livro foiapresentado no Teatro – Cinema de Fafe e no Consulado Geral de Portugal em Paris.

Pós-graduado em Ética e Filosofia Política na Universidade Católica de Braga – Faculdade de Filosofia, foi no decorrer de 2012 distinguindo com o galardão “Excelência” no âmbito dos Prémios “Os Mais 2011” do semanário Povo de Fafe.

Convidado para coordenar as Comemorações do 150.º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Fafe (1862 - 2012), lançou nesse âmbito o livro Santa Casa da Misericórdia de Fafe – 150 Anos ao Serviço da Comunidade. Editado pela instituição social e apresentado no Teatro – Cinema de Fafe e no Consulado Geral de Portugal em Paris, a obra prefaciada pela socióloga das migrações Maria Beatriz Rocha-Trindade, foi ainda no final de 2012 apresentada na Fundação Casa de Rui Barbosa (Rio de Janeiro) no âmbito do Ano de Portugal no Brasil, tendo arrecadado nesse ano o Prémio Literário A. Lopes de Oliveira.

Percorrendo paralelamente um percurso cívico e político ativo na sociedade, através da dinamização colectiva de iniciativas cívicas e políticas que contribuíram para o exercício da cidadania activa e participação de jovens cidadãos na vida pública, Daniel Bastos escreveu em 2012 a obra Por dentro de uma jota – Uma experiência de intervenção cívica e política em Fafe. Publicada nesse ano pela Labirinto – Colecção Agora, o livro prefaciado pelo Secretário-Geral do PS, António José Seguro, foi apresentado na Biblioteca Municipal de Fafe e na Livraria Pó dos Livros em Lisboa.

Ainda em 2012, foi co-autor da obra A Primeira República em Fafe – Elementos para a sua história. Corolário do Curso Livre de História Local, sob o tema “O concelho de Fafe durante a Primeira República (1910-1926)”, promovido peloNúcleo de Artes e Letras de Fafe em 2010, no âmbito das celebrações do Centenário da República, a obra foi editada pelo NALF nesse ano e apresentada no Salão Nobre do Teatro – Cinema de Fafe.

Em 2013, colaborou como co-autor na publicação da monografia Santa Maria de Aboim, o Olhar Sincero do Minho, assinando o capítulo “O concelho de Fafe e a Emigração para o Brasil (1857-1925): o caso da freguesia de Aboim”.

Ainda no final do ano de 2013 o historiador escreveu o livro Fafe – História, Memória e Património. A obra trilingue (Português, Francês e Inglês), que conta com chancela da Editora Converso, e colaboração do fotógrafo José Pedro Fernandes e o tradutor Paulo Teixeira, é prefaciada pelo fotógrafo francês Gérald Bloncourt.

No decurso de 2013 e 2014, o livro Fafe – História, Memória e Património, que foi alvo de destaque na Revista DH – Debater História, uma revista de âmbito nacional escrita por historiadores e colaboradores, dirigida ao público geral que queira conhecer o presente sabendo o passado, alcançou várias sessões de apresentação em território nacional e além-fronteiras. Nomeadamente, na Biblioteca Municipal de Fafe, na FNAC em Guimarães, na FNAC do Shopping Braga Parque, na FNAC Santa Catarina no Porto, na FNAC – Chiado em Lisboa, no Consulado Geral de Portugal em Paris, na Livraria Orfeu em Bruxelas e na Casa do Alentejo em Toronto. Tendo as últimas apresentações além fronteias estreitado ainda mais a ligação do percurso profissional e dos trabalhos literários do historiador e escritor fafense com a numerosa comunidade emigrante portuguesa espalhada pelos quatro cantos do mundo.

Pub


Últimos Tweets

Incêndios: Área ardida diminuiu mais de metade até 30 de junho https://t.co/UHYISd1Mxv
Covid-19: Polícia mata homem em Luanda ao repreender jovens que não usavam máscara https://t.co/pIAWPdlcWH
Vilas People abre com Tiago Bettencourt https://t.co/qQs7Zztq2V
Follow Jornal das Comunidades on Twitter