Sofia Ribeiro nasceu Lisboa em 1978

Luso.be/Tony: Quem é a Sofia Ribeiro? Fala-nos um pouco de ti...

 Sofia Ribeiro : Nasci em Lisboa em 1978, mas vivi sempre em Vila Nova de Gaia. Tenho uma família fantástica, muito unida, e que tem sido sempre uma base essencial e sólida na minha vida. Viajo bastante, vivi já em vários países diferentes e sempre procurei evoluir muito e conhecer realidades diversas. Canto desde pequenina, mas só aos 23 anos é que decidi que queria ser cantora profissional. Sou apaixonada pelo que faço!

Luso.be/Tony: Estás em digressão pelo estrangeiro. Actuas só para as nossas comunidades?
Sofia Ribeiro : Não, actuo para públicos de diferentes países… É muito comum estarem presentes portugueses nos meus concertos, mas, na sua maioria, o público é normalmente estrangeiro.

Luso.be/Tony: Qual é a faixa etária do teu público? Há também jovens a assistir?
Sofia Ribeiro : Há pessoas de todas as idades: crianças, jovens e adultos!

Luso.be/Tony: Em que se distinguem os teus espectáculos no estrangeiro e em Portugal?
Sofia Ribeiro : Cada espectáculo é diferente do outro, independentemente do lugar. No entanto, noto, de uma forma muito geral, uma maior abertura no estrangeiro do que em Portugal para um tipo de música menos "acessível" e comercial.

Luso.be/Tony: No final de Agosto de 2008 ganhaste um concurso internacional de jazz vocal na Polónia. O que é que sentiste ?
Sofia Ribeiro : Senti-me muito feliz! E fiquei particularmente satisfeita pelo facto de ter sido uma competição cujo conceito tinha muito a ver comigo: a valorização de cantores músicos, com um estilo próprio.

Luso.be/Tony: Como é que conheceste o Marc Demuth ?
Sofia Ribeiro : Conheci o Marc em Barcelona, em 2003, altura em que ambos estudávamos na Escola Superior de Música da Catalunha, através do programa Erasmus.

Luso.be/Tony: Qual foi o motivo que vos levou a trabalharem juntos ?
Sofia Ribeiro : Uma grande cumplicidade musical!

Luso.be/Tony: Porquê só um (contrabaixo) para te acompanhar ?
Sofia Ribeiro : No primeiro concerto que eu e o Marc fizemos juntos, em Palma de Maiorca, em 2003, decidimos tocar um tema em duo, mesmo sem ensaiar. Funcionou muito bem… Continuámos a tocar juntos e, uns meses mais tarde, o Marc convidou-me para cantar no exame final de curso dele, só os dois. Desde o início que a reacção do público foi muito positiva ao duo. Inclusivamente, muita gente nos diz que prefere ouvir-nos em duo do que noutras formações. No entanto, o duo é apenas um dos meus projectos actuais...

Luso.be/Tony: Com que editora trabalhas?
Sofia Ribeiro : Neste momento não trabalho com nenhuma editora. Até agora, os meus discos foram edições independentes.

Luso.be/Tony: Quantos trabalhos já editaste?
Sofia Ribeiro : Três cds e duas músicas que acompanham livros infantis escritos pela minha irmã, Manuela Mota Ribeiro.

Luso.be/Tony: Tens um site na internet?
Sofia Ribeiro : Sim! www.sofiaribeiro.com e www.myspace.com/sofiaribeiro

Luso.be/Tony: Também escreves e compões, ou só cantas?
Sofia Ribeiro : Componho também! Letra e música.

Luso.be/Tony: Se te obrigassem a escolher uma das tuas músicas, qual seria e porquê?
Sofia Ribeiro : Seria a "Ribalta", porque mistura de uma forma equilibrada, a meu ver, dois elementos essenciais na minha música: o jazz e a música portuguesa. Para além disso, escrevi tanto a música como a letra, inspiradas num momento muito forte pelo qual passei. E, de alguma forma, representa também a capacidade que temos de transformar um momento difícil em algo bonito, poético, que mais tarde é relembrado com tranquilidade…

Luso.be/Tony: Em quase todas as actividades profissionais há rivalidades entre colegas de ofício. No teu caso também há?
Sofia Ribeiro : Sim, penso que na minha área existe bastante rivalidade. No entanto, tento estar à parte disso e centrar-me essencialmente no meu trabalho. Não alimento a inveja ou a competição!

Luso.be/Tony: Quais são os teus gostos e géneros musicais? É só Jazz?
Sofia Ribeiro : Não, de forma alguma! Gosto muito de música pop, músicas do mundo, música clássica, música alternativa, etc. Ouço todo o tipo de música, desde que seja de qualidade...

Luso.be/Tony: Consegues eleger um nome de um grupo, ou artista nacional e outro internacional?
Sofia Ribeiro : Artista nacional: Sara Tavares. Grupo internacional: Radiohead.



Luso.be/Tony: Antes de entrar em palco estás tranquila, ou tens algum ritual ou superstição?
Sofia Ribeiro : Não tenho nenhum ritual… E raramente fico nervosa antes de entrar em palco!

Luso.be/Tony: Quando não andas em concertos como é que gostas de ocupar o teu tempo?
Sofia Ribeiro :Gosto de caminhar, da natureza, da praia, de ouvir música, de ler, de estar com amigos e família, de cozinhar, viajar, etc...

Luso.be/Tony: Queres dirigir uma palavra às nossas Comunidades e especial aos leitores do Portal ?
Sofia Ribeiro : Sim: que apoiem a música portuguesa!

Luso.be/Tony:
Queres fazer uma retrospectiva da tua carreira?
Sofia Ribeiro : Há 8 anos que canto profissionalmente e tanta coisa se passou desde aí! Comecei por fazer concertos em Portugal, e até agora tive a oportunidade de cantar em diversos países, com excelentes músicos de diferentes nacionalidades. Estudei e vivi em Barcelona, Boston, Bruxelas e Paris e ganhei vários prémios. Sinto-me muito privilegiada por tudo o que vivi nestes anos, essencialmente porque pude crescer muito como pessoa e como música, questionando-me sempre. Sinto que cada vez mais o meu trabalho vai sendo reconhecido e que já construí tanto! Isso deixa-me muito feliz.

Luso.be/Tony: Que esperas do futuro?
Sofia Ribeiro : Não penso muito no futuro! Tento viver um dia de cada vez e gosto que a vida me surpreenda!... No entanto, espero poder continuar a viajar e a fazer a minha música, e que esta chegue a cada vez mais pessoas. E espero estar sempre rodeada de família e amigos! E poder ajudar a tornar o mundo um lugar melhor!

© luso.be

Portal Luso
Author: Portal Luso
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor:

Pub