domingo, 14 agosto 2022

(ENGIE)nharia jurídica

Ago. 13, 2022 Hits:29 Opinião

A IGREJA QUE NÃO ACREDIT…

Ago. 08, 2022 Hits:378 Opinião

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:78 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:268 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:227 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:81 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:99 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:673 Opinião

Ficaram conhecidas pela sua beleza e cultura, pela sua majestade e elegância, por operarem milagres e por darem à história grandes homens e mulheres. A exposição digital “Galeria das Rainhas Portuguesas” pretende apresentar a vida e a obra de algumas das mais importantes monarcas de Portugal.

O romper da ordem estabelecida. O quebrar de hierarquias. A transformação de heróis em fracassados. Estes são alguns dos temas da exposição Power Games – Jogos de Poder, de Paula Rego, no Museu de Reede.

A mostra, que engloba mais de 30 obras da artista portuguesa, fica patente até ao dia 25 de outubro. A obra de Paula Rego desmascara a hipocrisia, desafia e abomina a moralidade conservadora e usa o humor negro como uma arma delicada. Autora de uma obra provocadora, na Bélgica, a artista debruça-se sobre os temas da família, da sexualidade e da hipocrisia do quotidiano. O local escolhido para expor em terras belgas foi o Museu de Reede, situado na cidade de Antuérpia.

Dedicado à arte gráfica, trata-se de uma iniciativa do neerlandês Harry Rutten, que doou parte da sua coleção de arte a uma fundação belga.

Nessa coleção encontram-se obras de artistas como Franscico Goya, Félicien Rops e Edvard Munch. Power Games – Jogos de Poder, de Paulo Rego, para visitar até 25 de outubro.

Na passada quarta-feira, dia 8 de setembro, nas instalações da Associação dos Portugueses Emigrados na Bélgica, decorreu a apresentação do guia “Nunca é tarde para aprender”.

Trata-se de uma brochura que reúne uma lista de escolas e formações acessíveis em horário pós-laboral a pensar em quem deseja recomeçar ou prosseguir estudos no ensino secundário ou superior.

A ideia desta lista partiu de Pedro Rupio, Conselheiro das Comunidades Portuguesas, que vê no neste guia uma oportunidade

Ricardo Castanheira entrou no parlamento português com apenas 22 anos. Eleito pelo círculo de Coimbra, exerceu o cargo de deputado entre 1995 e 2002. Formou-se em Direito na Universidade de Coimbra e dividiu a sua carreira entre Portugal, Brasil e a Bélgica.

Desde 2017, Ricardo Castanheira é o Conselheiro Técnico na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia (REPER), em Bruxelas. Conhecido pelas suas capacidades de negociação e habilidade para reunir consensos, durante a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, que começou em janeiro e irá até junho deste ano, assume um papel importante na discussão de legislação europeia que visa à transição digital para a década de 2030.

Mensagem de Natal do Senhor Embaixador de Portugal na Bélgica, Rui Manuppella Tereno, à comunidade portuguesa na Bélgica.

Fernando Carvalho Rodrigues

Contribuir para um movimento solidário, ligando a França a Portugal. São estes os objetivos da Fundação Nova Era, uma organização criada em novembro de 2019 pelo empresário português João Pina.

Desde 2015 que Maria Manuel Branco é a delegada responsável pelas relações com a Bélgica destacada pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

Tapas e Mas

Jan. 26, 2015
1530

Lumbersexual meh sustainable Thundercats meditation kogi. Tilde Pitchfork vegan, gentrify minim elit semiotics non messenger bag Austin. Lo-fi cred gastropub, brunch aliquip stumptown culpa. Banh mi eiusmod tattooed, freegan Schlitz master cleanse pug.

High Life tempor retro Truffaut. Tofu mixtape twee, assumenda quinoa flexitarian aesthetic artisan vinyl pug. Chambray et Carles Thundercats cardigan actually, magna bicycle rights. Plaid fashion axe semiotics skateboard, try-hard food truck aesthetic biodiesel exercitation.