Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Pedro Barroso despede-se

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Devido a doença prolongada, lança novo CD e cessa actividade como músico

Pedro Barroso, de 69 anos, homem de música e palavras, que gravou mais de 30 discos, actuou no passado dia 21 de Dezembro em Torres Novas, no Teatro Virgínia, onde festejou o 50.º aniversário de carreira e também a sua despedida das canções. 

Nesta última aparição em palco como músico, no Teatro Virgínia, Pedro Barroso esteve acompanhado dos músicos, Miguel Carreira, David Serrão, David Zagalo, Luís Sá Pessoa e Susana Santos, Manuel Rocha, e ainda do seu filho Nuno Barroso, Francisco Fanhais, João Chora, António Laranjeira, Teresa Tapadas, o Coral Phidelius, e o grupo “Os Camponeses”, de Riachos. A apresentação esteve a cargo de Armando Carvalheda, com quem conversou sobre a sua carreira.

Pedro Barroso, tem um novo disco pronto, já está na Editora. Será lançado muito brevemente e chama-se Novembro, mês em que foi terminado e  é o mês do nacimento do autor.

O novo trabalho inclui um tema Que Rumos, cantado em parceria com o Patxi Andión, músico espanhol que faleceu dias antes deste último espectáculo, num acidente de viação. (Ler páginas 26 e 27 desta edição)

Para Pedro Barroso, que se estreou no programa televisivo Zip Zip de Júlio Isidro em 1969, Novembro constituirá a sua despedida das canções.

A condição física, após mais um ano de tratamentos médicos, impede-me de tocar; e, mesmo na parte de canto, canso-me ao fim de minutos, disse Pedro Barroso, que mantém a firme disposição de um adeus aos palcos em Torres Novas, no Ribatejo.

Maestro Pedro Barroso, escritor, poeta, autor, compositor, pintor, pensador, libertário, republicano, agnóstico, epicuro, pai, avô e sobretudo músico, actuou por todo o mundo; Espanha, França, Croácia, Canadá, Estados Unidos, Brasil, Países Baixos, Bélgica, Suécia, Suíça, Luxemburgo, Hungria, Alemanha e China.

Pedro Barroso fez o curso de Educação Física do Instituto Nacional de Educação Física (actual Faculdade de Motricidade Humana) (1973) e foi professor no Ensino Secundário, durante mais de vinte anos. Mais tarde obteve um diploma pós-graduado em Psicoterapia Comportamental (1988), tendo trabalhado na área da Saúde Mental e Musico-terapia durante alguns anos.

Foi, neste campo, pioneiro no ensino de crianças surdas-mudas, numa escola de ensino especial de Lisboa. É co-autor de um tema “Afrodite” com poema de José Saramago - prémio Nobel da Literatura e foi distinguido com vários prémios nacionais e no estrangeiros e recebeu a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores.

Cessa agora a sua actividade como músico.

rroso, escritor, poeta, autor, compositor, pintor, pensador, libertário, republicano, agnóstico, epicuro, pai, avô e sobretudo músico, actuou por todo o mundo; Espanha, França, Croácia, Canadá, Estados Unidos, Brasil, Países Baixos, Bélgica, Suécia, Suíça, Luxemburgo, Hungria, Alemanha e China. 

Pedro Barroso fez o curso de Educação Física do Instituto Nacional de Educação Física (actual Faculdade de Motricidade Humana) (1973) e foi professor no Ensino Secundário, durante mais de vinte anos. Mais tarde obteve um diploma pós-graduado em Psicoterapia Comportamental (1988), tendo trabalhado na área da Saúde Mental e Musico-terapia durante alguns anos.

Foi, neste campo, pioneiro no ensino de crianças surdas-mudas, numa escola de ensino especial de Lisboa. É co-autor de um tema “Afrodite” com poema de José Saramago - prémio Nobel da Literatura e foi distinguido com vários prémios nacionais e no estrangeiros e recebeu a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores.

Cessa agora a sua actividade como músico.

 

Manuel Araújo
Jornalista colaborador
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.
Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Homem desaparecido na praia das Furnas em Vila do Bispo após complicações no mar https://t.co/PLTU4lzQOj
Detido homem suspeito de matar mulher em Sesimbra https://t.co/i8MMAbbjwy
Bispo de Viana do Castelo morre em despiste na A2 em Almodôvar https://t.co/Ki44W3qhR7
Follow Jornal das Comunidades on Twitter