Cine Luso inova na terceira edição

ID:N°/ Artigo: 4278
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A 3ª Edição da Mostra de Cinema CINE LUSO, em Bruxelas, realiza-se de 15/10 a 15/11/2019 em diferentes salas da capital. A mostra que reúne 35 filmes de vários países dentro e fora da Lusofonia, inaugura com o filme Empate, de Sérgio Carvalho, sobre a vida do ativista Chico Mendes, no dia 15 de Outubro, no Kinograph/SeeU, às 19h00 com intervenção de Sebastien Snoeck do Greenpeace International /BE.

Este ano, o CINE LUSO lança uma outra novidade em relação às edições precedentes, o « OFF LUSO » que estende a questão para outras realidades além das oriundas dos países lusófonos. Assim, além de filmes como Brasil, Portugal, Guiné Bissau, Cabo Verde, etc, também será possível assistir a produções de outros  países da América Latina, bem como produções belgas, francesas , italianas, entre outras, todas em torno da questão ambiental. Os demais filmes serão exibidos na Maison de Cultures de Saint Gilles, Maison du Peuple, Pianofabrik, LOft 58 e Le Cercle des Voyageurs. 

CINE LUSO convida, através das projeções,  a uma reflexão sobre as diferentes realidades de cada país, aos hábitos consolidados quotidianamente nas nossas respectivas culturas e a implicação dessas ações no meio ambiente. Serão abordados temas que denunciam os abusos sofridos pelo ecossistema, mas que também procuram soluções positivas para a questão.  Será discutida a relação entre produção, consumo e desperdício de bens ; os recursos naturais e a escassez de água e a militância ambiental, entre outros.

As projeções dos filmes serão acompanhadas de debates entre cineastas e convidados especiais, que discutirão as temáticas específicas de cada filme. 

RESIDÊNCIA CRIATIVA COLETIVA E MULTIDISCIPLINAR 

Como nos anos anteriores, um filme será produzido durante a mostra com a coordenação do escritor e jornalista Henrique Rodrigues, em forma de uma residência de criação audiovisual com diversos artistas de Bruxelas, do Brasil e da África Lusófona, com a parceria da WebTV Enjeux e da Luso Produções. O resultado do filme faz parte do encerramento do projeto.

DIÁLOGO MULTIDISCIPLINAR 

O processo de produção dos conteúdos é multidisciplinar, com a participação de artistas e profissionais de diferentes domínios. Por exemplo, na edição de 2017  a mostra privilegiou diálogos entre o cinema e a performance e em 2018 entre o cinema as artes plásticas. 

Neste ano veremos o cinema a dialogar com  a literatura preponderantemente, através da participação do escritor Henrique Rodrigues na residência criativa mas igualmente no lançamento de livros da ativista brasileira da liga dos oceanos Barbara Veiga e do pesquisador  belga Luc Vankrunkelsven. 

A música tem seu espaço marcado pela presença da jornalista e cantora Djena Tikuna que também lança o seu documentário Wiyaegu sobre a cultura da Amazônia e teremos também o duo de música engajada, premiado no Brasil  Craca e Dani Nega que circulam na Europa. 

Serão ainda organizadas algumas performances e apresentações musicais, bem como um atelier dedicado às crianças.

Todos os anos o CINE LUSO reúne documentários oriundos de realizadores dos países e territórios de língua portuguesa, em torno de um tema principal. Em 2017 a mostra explorou a temática feminina e em 2018 a questão da imigração. Neste ano a temática gira em torno das questões ligadas ao meio ambiente. 

QUEM SOMOS/Outras actividades

O projeto é fruto da criação da asbl Espírito Mundo que promove o engajamento político através de atividades culturais multidisciplinares. Recentemente a associação foi convidada a encerrar a marcha do clima pela Amazônia, realizada no dia 22/09 em Bruxelas, e Aline Yasmin Dalvi, sua representante, discursou em nome da Aliança os Povos da Floresta e do Comitê Chico Mendes através de um documento especialmente redigido para o efeito.

Espírito Mundo também organizou no último dia 25/09 a bem sucedida avant premiere seguido de uma debate político, do polêmico filme Bacurau, atualmente em cartaz nas salas de cinema da Bélgica e premiado, dentre outros festivais, no Festival de Cannes de 2019.

 

LOCAIS A SE REALIZAR:

Espirito Mundo Résidences, Av de la Couronne, 227 Bat H – S. 203 - 1050 - +32466044353

Kinograph, Av. de la Couronne, 227 B.H – SeeU - 1050 - +32 494 87 48 68

Maison des Cultures de Saint Gilles, Rue de Belgrade 120, 1060  - +3228504418

Maison du Peuple de Saint-Gilles, Parvis Saint Gilles 39, – 2éme. étage - 1060

Pianofabriek, Rue du Fort 35, 1060 - +322 541 01 70

Le Cercle des Voyageurs, Rue des Grands Carmes 18, 1000 - +322 514 39 49

Librairie Petite Portugaise, Chaussée de Wavre 214B, 1050

Loft 58, 58-60, Rue de l'Etuve, 1000

 

 


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Novo livro sobre Gérald Bloncourt e o nascimento da democracia portuguesa em Fafe https://t.co/omMOquth0N
Miguel Alves constituído arguido na operação éter https://t.co/QxTxa7XE7r
ARROZ DE SARRABULHO REUNIU 700 APRECIADORES EM FRANÇA! https://t.co/LzDWgSVYvX
Follow Jornal das Comunidades on Twitter