Concelhos de Cinfães, Cantanhede e S. Pedro do Sul continuam com falhas de luz

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - Os concelhos de Cinfães, Cantanhede e S. Pedro do Sul continuam hoje com falhas de eletricidade, devido ao mau tempo, que assolou o continente, informou a EDP Distribuição, que espera sanar o problema durante a tarde.

A diretora de comunicação da EDP Distribuição, Fernanda Bonifácio, disse à Lusa, sem precisar o número de pessoas ainda afetadas, que se trata de "avarias pontuais" que os técnicos esperam resolver durante a tarde de hoje.

De acordo com a empresa, "subsistem algumas avarias na rede de distribuição elétrica de média e alta tensão", estando "ligados 75 geradores e uma central móvel para assegurar o fornecimento de energia enquanto decorrem reparações mais complexas".

A EDP Distribuição prevê, ao longo do dia de hoje, um "aumento significativo do número de incidentes" na região Norte devido ao agravamento do estado do tempo, com chuva e vento fortes associados à passagem de uma nova depressão, a Fabien.

A passagem da depressão Elsa, cujos fortes efeitos se fizeram sentir entre quarta e sexta-feira, e da depressão Fabien, que se fazem sentir a partir de hoje, embora com menor intensidade, já provocaram dois mortos, um desaparecido e deixaram 144 pessoas desalojadas, registando-se 9.500 ocorrências no continente português, na sua maioria inundações e quedas de árvore.

O mau tempo provocou também condicionamentos na circulação rodoviária e ferroviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.

No balanço realizado às 13:00 de hoje, a Proteção Civil indicou que a situação no rio Mondego é a mais preocupante, estando a decorrer evacuações para prevenir os efeitos de eventuais cedências de diques.

O IPMA já havia alertado para os efeitos da depressão Fabien, em especial no Norte e no Centro, estando previstos intensos períodos de chuva e vento forte de sudoeste, com rajadas que podem atingir 90 km/hora no litoral norte e centro e 140 km/hora nas terras altas.

Prevê-se que estes efeitos vão diminuindo e que se registe uma melhoria gradual do estado do tempo a partir de domingo.

Os distritos do Porto, Viana do Castelo, Aveiro, Coimbra e Braga vão estar entre as 21:00 de hoje e as 12:00 de domingo em aviso vermelho, devido à agitação marítima, a que se soma Vila Real, por causa de fortes rajadas de vento, que podem atingir 140 quilómetros/hora.


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Football Leaks: Rui Pinto vai a julgamento por 93 dos 147 crimes de que estava acusado https://t.co/isIGDebuRm
OE2020: Governo convoca reunião com sindicatos da função pública para 10 de fevereiro https://t.co/sS5oXJjTN3
Detidos cinco suspeitos de envolvimento na morte de estudante cabo-verdiano em Bragança https://t.co/iPuIAiw4Ph
Follow Jornal das Comunidades on Twitter