segunda-feira, 28 novembro 2022

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:287 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:261 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:139 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:513 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:206 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:251 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:463 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:796 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:127 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:337 Opinião

O “Auto Suicídio” de…

Nov. 04, 2022 Hits:342 Opinião

Entretenimento

  1. Entrevista
  2. LusoPodcast
  3. Foto do Mês
  4. Lifestyle

Portugueses na Bélgica revoltados com os serviços consulares





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Bruxelas, capital da Bélgica. É também conhecida por “capital da Europa”. De movimentos diplomáticos, de cimeiras e outras grandes reuniões. Onde se tomam importantes decisões. Onde vivem e trabalham para cima de 50.000 portugueses. Com os seus direitos e deveres, integrados e integradores. Que contribuem para o crescimento económico, através do seu trabalho. Sentem-se bem onde estão, cumprem o seu dever e são respeitados pela sociedade de acolhimento, também através das instituições e serviços. Não fazem filas de espera para obter, um qualquer serviço da administração belga. Marcam a vez e são atendidos, num curto espaço de tempo! Questão de respeito, de boa organização e orgulho

EMBAIXADA DE PORTUGAL - SERVIÇOS CONSULARES – O CAOS

Já não é de agora! As marcações para se obter um qualquer serviço consular, podem durar meses! Há testemunhos que parecem histórias, de um qualquer país do terceiro mundo. Há relatórios que nos envergonham, enquanto sociedade informatizada e desenvolvida! Há filas de espera, há revolta e sentimentos de repulsa, um verdadeiro descontentamento descontente.

A comunidade portuguesa desenvolveu-se e cresceu. Os efectivos consulares diminuiram! Uma brutal contradição de consequências dramáticas na vida das pessoas, que muitas vezes recorrem à cunha, a um conhecimento, a uma ajuda! Quando sabemos que é um direito ter os melhores serviços, com prazos aceitáveis. Já não estamos sob os efeitos da pandemia... Os problemas subsistem e até se agravam. Problemas que o próprio Embaixador admite como sendo uma questão de organização e claro da colocação de mais efectivos, outra diligência no atendimento e prestação de serviços, tais como obter o cartão de Cidadão. Vontades que não passam disso mesmo. Promessas que não se cumprem. Mas que urge colmatar.

Alguém se lembra dos “Diálogos com a Comunidade”, aquela iniciativa do Sr. Secretário de Estado e do próprio ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva? Em Outubro de 2016 já se prometiam, o reforço e a eficácia nos serviços e tarefas consulares. Passaram 6 anos e a situação piorou! De pouco serviu a criação do “Espaço Cidadão”, uma plataforma digital, assistida pela Administração Pública. Atendendo à situação actual, podemos concluir que não basta modernizar, não chega fazer propaganda. Alguma coisa não está a funcionar e sabemos por quê? Falta de funcionários qualificados, falta de efectivos, falta de compromisso para com o cidadão, que paga caro os serviços a que recorre, por necessidade e por direito.

A SIC TV realizou recentemente uma reportagem, apoiada em vários depoimentos... Uma constatação nada abonatória e que confirma, uma situação caótica em termos de prestação de serviços consulares.

Feita esta constatação, de que estão à espera os nossos governantes, aqueles que tem a responsabilidade directa sobre estes casos? Que medidas podem ser tomadas a curto prazo? Que soluções, para este género de problemas, que afectam os cidadãos e as suas famílias?

Atentos e interessados, prometemos voltar a este assunto. Para informar sobre eventuais soluções, que passam pela colocação de mais funcionários e por isso mais eficiência; ou para voltar a dizer que estamos perante uma lacuna inadmissível, vergonhosa, aqui no coração da Europa.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 900  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia