X

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.

segunda-feira, 23 maio 2022

Serafim Saudade

maio 22, 2022 Hits:31 Opinião

A Sabedoria e o Escrito

maio 18, 2022 Hits:75 Crónicas

Como se houvesse amanhã

maio 15, 2022 Hits:109 Crónicas

PCP (Partido Cumplicement…

maio 09, 2022 Hits:191 Opinião

Dia Mundial da Língua Po…

maio 05, 2022 Hits:305 Opinião

Vereadores da Coligação…

maio 04, 2022 Hits:826 Opinião

Um domingo qualquer

maio 01, 2022 Hits:212 Crónicas

Portugal dos pequenitos

maio 01, 2022 Hits:192 Opinião

Homenagem

Abr. 30, 2022 Hits:150 Crónicas

PUTIN QUE PARIU A COMUNID…

Abr. 30, 2022 Hits:116 Opinião

O mal dos outros pode ser…

Abr. 25, 2022 Hits:1589 Opinião

Entretenimento

  1. Entrevista
  2. LusoPodcast
  3. Foto do Mês
  4. Lifestyle

Emigrantes alertam para problemas dos pórticos das portagens nas férias do verão





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


(Lusa) - O Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa chamou hoje a atenção do Governo para a necessidade de acautelar o funcionamento dos pórticos das portagens quando os emigrantes visitam Portugal durante as férias de verão.

"As dificuldades encontradas prendem-se com os sistemas Via Verde e EASYToll quando estes são utilizados por condutores que têm um veículo de aluguer ou por condutores possuidores de carro com matrícula estrangeira; Provavelmente por motivos de falhas técnicas, algumas passagens em pórticos eletrónicos não são imediatamente registadas", lê-se num ofício enviado à secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

No documento, explica-se que isso origina "uma situação problemática pois os respetivos sistemas estão ligados a um cartão de crédito e se o valor não for descarregado automática e imediatamente (como deveria acontecer) no prazo contratual autorizado pelo cliente, este valor não é de todo pago".

Na missiva, explica-se que devido à falta de pagamento automático, "as empresas responsáveis ativam um processo de coimas e os condutores são informados de uma dívida quando recebem a fatura meses depois dos factos, com o inconveniente suplementar de pagar coimas com juros de atraso que representam um valor até 5 ou 6 vezes superior ao valor inicial, numa situação em que o condutor não está em falta, mas sim as empresas que gerem o sistema".

O problema "não é novo, mas persiste", conclui-se na missiva assinada pelo presidente do Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa, Pedro Rupio.

 

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 914 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
9
10
12
13
15
17
18
19
20
22
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia