Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
sexta-feira, 21 janeiro 2022

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Entretenimento

  1. Entrevista
  2. LusoPodcast
  3. Foto do Mês

Das margens do Tejo para o mundo, nasceu “O Ribatejo”



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

O grupo etnográfico “O Ribatejo”  nasceu em 2014 em Bruxelas com o objectivo de partilhar universalmente a cultura portuguesa, especialmente a cultura ribatejana.

“O Ribatejo” é composto por elementos dos 6 aos 60 anos, que têm em comum o amor  à dança, à música e ao folclore. Representam a região do Ribatejo, terra de touros, forcados e Campinos e mostram a quem assiste às suas actuações, um retrato vivo da vida no Ribatejo do início do século XX, através dos trajes, canções, danças e jogos tradicionais.

O Grupo Etnográfico “O Ribatejo”  tem efectuado no país e no estrangeiro diversas actuações em festas e festivais.
A forma como se apresentaram, como dançam e como actuam para os portugueses e estrangeiros, honram o nosso país, mostrando o que de melhor se faz em termos de folclore.

A Região do Ribatejo

A região do Ribatejo é uma província do centro de Portugal e abrange 17 dos 21 concelhos de Santarém (os outros 4 pertencem à Beira) e está dividida em três: Lezíria, Bairro e Charneca.
A Lezíria compreende a área de planície que é inundada pelo rio Tejo e terrenos adjacentes com excelentes pastagens para gado bovino e equino.

O Bairro surge na margem direita do Tejo, onde podemos encontrar belos olivais, vinhas e cearas.
A Charneca estende-se da margem esquerda do rio Tejo até ao Alentejo onde em certos locais podemos encontrar também o cultivo de cereais, vinha, bem como arroz.

Os seus habitantes dizem-se orgulhosamente "Ribatejanos" e é uma região conhecida pela cultura de cereais, bons vinhos, pelo  "fandango", touros, forcados e Campinos.
Os campinos ribatejanos da Lezíria e da Charneca usam como traje de gala, a camisa branca, colete encarnado, calças e capote azuis, meia branca e barrete verde com borda encarnada. Os campinos ribatejanos do Bairro usam como traje de gala: camisa branca, colete negro, calças e capote negros, meia branca e barrete negro.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Manuel Araújo
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 218 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

News Fotografia