Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

A Luso Produções iniciou o acompanhamento do trabalho do pintor António Cristóvão em Bruxelas, que vai realizar uma exposição pelas 16 horas do dia 4 de Fevereiro de 2017, na Galeria Pappilia, na Rue de Brasserie 71.

Estão agendadas outras exposições do artista, para os meses de Fevereiro e Março 2017, nomeadamente, no restaurante Gourmand, na Rue de Tréve 4, a partir de 4 de Fevereiro, no restaurante Mirabelle, Cheé de Boondael, 459, a partir do inicio de Março. 

Durante Fevereiro, na galeria da pintora Dannielle Castiau, na Rue de Rollebeek 24, no Sablon, haverá outra exposição entre os dias 11 e 19 de Fevereiro. Finalmente, durante todo o mês de Março terá trabalhos expostos na galeria Eslampanam, na Rue Hanssen 13, perto do Sablon.

António Cristóvão iniciou o seu percurso de pintor frequentando nos anos 80 a Sociedade Nacional de Belas Artes, tendo sido discípulo do Mestre Joaquim Canotilho nos anos 90, durante 6 anos seguidos. Para além da formação, o facto da mãe, a pintora Amália Mateus, e de na minha família haver diversos pintores, ajudaram desde cedo a criar um forte identidade como pintor, que se reflete em cores fortes, numa gosto pela coisas portuguesas, onde os seus trabalhos sobre Lisboa, e as gentes portuguesas exprimem isso mesmo.

Ao mesmo tempo, pelo facto de ter sido convidado a expor em Nova York, na Murray 55, exactamente no dia de Portugal de 2014, levou a abarcar adicionalmente a modernidade da pintura actual. Desde o convite em Outubro de 2016, da sua prima Maria Batista, residente em Bruxelas à 26 anos, já participou na Feira de Arte Contemporânea de Woluwe em Outubro de 2016, expos na Direção Geral de Traduções das Comunidades no mês de Outubro e Novembro 2016, na Rue de Geneve, no CES – Comitê Económico e Social das Comunidades na Rue de Tréve 74, durante Novembro e Dezembro de 2016, na pequena galeria “Our Art” em Linthout, do pintor Walid Glaeid e da pintora Elizabeth Koch,  onde mantem ainda alguns trabalhos e a convite do Engº Jean Marie Bertrand, também ele pintor e galerista, expôs na sua galeria Pappilia, na rua da Brasserie 71 por duas vezes e irá começar uma terceira já referida, no dia 4 de Fevereiro.

Expôs ainda, com inicio durante o mês de Janeiro e até Fevereiro 2017, uma outra exposição na Cientologia em Waterloo, Bruxelas em conjunto e a convite do pintor Walid Glaeid.

Atualmente, tem havido contactos com a comunidade portuguesa em Bruxelas por forma a realizar diversas atividades, tendo ainda surgido um convite para expor regularmente na Holanda, na cidade de Roterdão. Estes são pois atrativos, para criar curiosidade e interesse neste artista pintor e visitar a sua obra num dos seus eventos, apoiando a nossa comunidade a arte e a cultura.

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.