Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Foi capelão da comunidade portuguesa no Luxemburgo desde 1977. No ano seguinte foi responsável pelo projeto que deu origem a um dos mais antigos jornais das comunidades portuguesas no mundo, o Contacto.

O padre Belmiro Nariño de Campos tinha 86 anos e encontrava-se doente há mais de um ano. Foi ele que lançou a ideia de criar no Luxemburgo a Santa Casa da Misericórdia, projeto que viu a luz em 1996 e da qual era provedor.

O padre Belmiro nasceu no Fundão em 27/11/1930 e foi ordenado sacerdote em 02/08/1953 para a diocese da Guarda.

Chegou ao Luxemburgo em 1977 para ser missionário dos migrantes portugueses e lusófonos. Segundo a Missão Católica do Luxemburgo o padre Belmiro “desenvolveu o seu ministério não só com uma atenção especial às comunidades católicas, seu caminho de fé e participação consciente na vida da diocese, como também numa relação muito estreita e criativa a nível da vida associativa, cultural e social”.

Extremamente ativo a nível associativo e no seio da comunidade portuguesa, o padre Belmiro foi crítico de muitas posições da Igreja, manifestando-se regularmente através de artigos que publicava em vários meios de comunicação. Foi ainda autor de um livro intitulado “O Homem à beira do seu destino” que retomava os principais artigos que publicou no jornal Contacto.

Pub

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.