Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

O Rui veio na frente, a desbravar o árduo caminho da emigração; a Emília seguira-lhe os passos dois anos mais tarde. Como a grande maioria daqueles que deixam o país, a família e os amigos para emigrar, também o jovem casal, parte em busca de melhores condições de vida!!
No início, todos sabemos, as dificuldades são de toda a ordem, momentos que com determinação e vontade se vão progressivamente suplantando...

Há que fazer de tudo, quando as circunstâncias o exigem e não se pode escolher, quando a necessidade de trabalho é imprescindível! Na altura em que se emigra se houver uma formação profissional sólida, baseada no exercício de uma profissão, estão criadas as condições de maior facilidade para entrar no mercado do trabalho. Pode levar algum tempo, mas se a vocação for autêntica… virá a dar os seus frutos em ocasião oportuna. Foi o que realmente aconteceu a estes jovens emigrantes. Primeiro a experiência da adaptação e dos “mil ofícios”, depois o desabrochar da arte e engenho! De repente e após prolongada maturação, surge a vocação e o talento, o carácter e a destreza, em harmoniosa perfeição no fabrico e venda do pão. Rui Garcia, bem cedo se envolveu nos meandros do fabrico do pão… padeiro em Lavre, desde os seus 13 anos, trazia na bagagem o sonho de criar a sua própria, Padaria/Pastelaria! Com habilidade e método, viria a fundar a sua empresa “Padaria Garcia” em 1990! Conta já com alguns anos de existência, envoltos de muito esforço e zelo. A sua localização é excelente, não muito distante da mística Place Eugène Flagey, zona que acolheu, desde a primeira hora, a comunidade portuguesa de Bruxelas! Toda a gente conhece a “Padaria Garcia”, na Avenue de la Couronne, 75 em B-1050 Ixelles, logo no topo da Rue de la Brasserie….

Inicialmente lançou o pão saloio – tradicional português – e a famosa broa de milho caseira, oferecendo também uma grande variedade de pão tradicional e baguete, cozidas na pedra. Na pastelaria o mais procurado e desejado, é o famoso “pastel de nata”, para além de um alargada selecção de pastelaria regional portuguesa. Mais recentemente, em Setembro deste ano, foi inaugurado o típico e agradável Salão de Chá, junto à Padaria, oferecendo, entre outros, o excelente café Delta, acompanhado de uma deliciosa doçaria em ambiente acolhedor, tipicamente português. A celebridade e êxito deste português, não se deve ao acaso! Na base deste sucesso está a vontade de vencer, aliada a uma profunda honestidade e seriedade! Talentoso e simpático, encontrou na esposa, D. Emília Maria, a verdadeira “partenaire”, dedicada e muito activa; sempre sorridente e bem disposta, consegue exercer, com predilecção, o seu papel de profissional e exemplar dona de casa! Para além do trabalho e responsabilidade na empresa, D. Emília acupa-se, sobremaneira, dos seus dois rebentos, a Vanessa e o Daniel ; a dedicação e amor à família, estão acima de tudo!

Rui Garcia diz ter encontrado na sua clientela, o ponto de referência para o seu êxito! A qualidade do seu trabalho é excelente e os seus produtos muito apreciados! Este é mais um exemplo e um testemunho vivo, da capacidade empreendedora e inovadora daqueles, que longe do torrão Natal, souberam ultrapassar todas as barreiras e obstáculos, transformando velhos sonhos, em realidade, motivo de orgulho para todos nós!

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.