Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades Portuguesas - Portugal: António Costa acusado: erro ou um golpe?
sexta-feira, 01 março 2024

CANDIDATOS DO PS NA FEIRA…

Fev. 29, 2024 Hits:163 Opinião

Não cedamos à facilidad…

Fev. 29, 2024 Hits:309 Opinião

Quero ser uma árvore

Fev. 24, 2024 Hits:657 Crónicas

Morre Navalny mas não a …

Fev. 24, 2024 Hits:201 Opinião

COMPETÊNCIA CÍVICA

Fev. 15, 2024 Hits:376 Crónicas

UNIVERSITAS

Fev. 14, 2024 Hits:290 Crónicas

CIDADÃO DECISOR

Fev. 10, 2024 Hits:253 Crónicas

Desconsideração políti…

Fev. 09, 2024 Hits:636 Opinião

Haja diferenças!

Fev. 07, 2024 Hits:319 Opinião

O Homem: um ser limitado

Fev. 06, 2024 Hits:297 Crónicas

O BANCO NOVO

Fev. 06, 2024 Hits:430 Crónicas

Entre a Esperança e a In…

Fev. 04, 2024 Hits:245 Opinião

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Fev. 04, 2024 Hits:364 Crónicas

Portugal: António Costa acusado: erro ou um golpe?





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


Manuel Araújo Em 11 de Novembro de 2023, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dissolveu o Parlamento, antecipando eleições para 10 de Março de 2024. 

António Costa pediu a demissão a 7 de Novembro, alegando protecção ao governo de uma investigação criminal. As acusações de tráfico de influências e obstrução à justiça, originadas por escutas telefónicas, ganharam contornos inesperados: o escutado central era, afinal, o ministro da economia, António Costa Silva, não o primeiro-ministro. 

A confusão alimenta dúvidas sobre a integridade do processo, suscitando a possibilidade de um "trabalho encomendado" para desestabilizar e fazer cair o governo. 

Apesar de o Ministério Público alegar um erro administrativo, vozes críticas sugerem intenções obscuras por trás desse deslize. 

A incerteza compromete não apenas a credibilidade do Ministério Público, mas também as acusações originais contra António Costa. 

Se descartadas, representam um revés para a oposição, que com "unhas e dentes" explorou a demissão do primeiro-ministro. O cenário contrasta com as conquistas durante o governo de António Costa, como crescimento económico, redução do desemprego, melhorias na saúde, educação, habitação, ambiente, promoção da igualdade de género, direitos dos trabalhadores e avanços em outras áreas. 

A actual incerteza política desafia a avaliação desses sucessos. Embora a escolha de um novo governo seja esclarecedora, a actual fragilidade da oposição pode não ser suficiente para resolver questões profundas. 

Uma sondagem pós-escândalo mostra PS e PSD em empate técnico. Para preservar a credibilidade da Justiça, é importante investigar se houve um "trabalho encomendado" – um golpe –, garantindo transparência e justiça no desfecho destes casos.

 Num mundo tão conturbado e perigoso, é hora de pensar em Portugal e nos portugueses e estarmos atentos aos "encantadores" e saudosistas.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Manuel Araújo
Author: Manuel AraújoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 451  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia

 
 
0
Partilhas
0
Partilhas