Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades Portuguesas - O VOTO DOS EMIGRANTES - O GOVERNO EM BANHO MARIA
quinta-feira, 30 novembro 2023

O viciante negócio das a…

Nov. 30, 2023 Hits:263 Opinião

Em Loulé

Nov. 29, 2023 Hits:357 Apontamentos

FERREIRA DO ZÊZERE

Nov. 27, 2023 Hits:408 Crónicas

Portugal: António Costa…

Nov. 22, 2023 Hits:271 Opinião

Em Faro

Nov. 22, 2023 Hits:1299 Apontamentos

TERRA MORNA

Nov. 21, 2023 Hits:614 Crónicas

LENDA DO RIO LIMA

Nov. 20, 2023 Hits:61 Crónicas

Um Conselho de Amigo

Nov. 18, 2023 Hits:899 Opinião

ENSEADA DE CRISTAL

Nov. 13, 2023 Hits:577 Crónicas

A instabilidade crónica …

Nov. 08, 2023 Hits:179 Opinião

HÁ VIDA NOS MUSEUS

Nov. 08, 2023 Hits:405 Crónicas

O VOTO DOS EMIGRANTES - O GOVERNO EM BANHO MARIA





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


Porque tenho familiares emigrantes e sei que vivem nos países que os acolheram como se estivessem em Portugal, entendo que o seu voto faria mais sentido para a eleição dos governantes desses mesmos países do que para a eleição dos governantes em Portugal.

Alguns vivem há mais de 40 anos no estrangeiro, lá trabalham, pagam os seus impostos, têm os seus filhos a estudar, fazem compras... enfim, fazem tudo onde residem e não têm voto na matéria quando se comportam de forma igual aos nativos desses mesmos países. Como não é assim e como são portugueses, têm o direito, e bem, de votar para as eleições em Portugal. Devemos muito aos emigrantes porque foi graças às remessas por eles enviadas para Portugal, sobretudo nos anos sessenta e setenta do século passado, que Portugal foi deixando para trás a miséria a que estava condenado.

Um país periférico, analfabeto, fechado ao mundo e "orgulhosamente só".  Ainda hoje, Portugal depende e muito das reformas desses emigrantes e do dinheiro enviado pelos jovens emigrantes que se viram obrigados a sair de Portugal na crise de 2011 em que Portugal foi intervencionado pela Troika. Muitos continuam a pagar as casas que aqui construíram e a enviar dinheiro para familiares que vivem em condições precárias ou até para os estudos dos filhos que tiveram que deixar aqui.Por isso, o voto dos emigrantes merece toda a consideração e respeito.

Não pode ser tratado de forma trapalhenta e desrespeitosa. Mas foi. E tanto foi que o Tribunal Constitucional anulou os votos dos emigrantes e exigiu nova votação. Um "embaraço" (para não usar um palavrão, ainda que merecido) que devia envergonhar os políticos responsáveis por tudo isto. E eles têm nomes. Agora, os emigrantes vão voltar a votar em circunstâncias diferentes das do dia 30 de Janeiro. Porque já se sabem os resultados eleitorais e o seu voto nem aquece nem arrefece.  Já não decide quem vai ser o Primeiro-Ministro mas apenas quem vão ser os dois deputados que faltam eleger.

O jogo mudou e este novo voto dos emigrantes não está em igualdade de circunstâncias com o voto dos outros portugueses que cá vivem e que cá votaram. Mais uma desigualdade até ofensiva.

Dito isto, por causa da incompetência de uma classe que se autoprotege e que não se autorresponsabiliza, o novo governo só pode tomar posse no final de Março Um país que precisa de correr atrás do tempo perdido, que está na cauda da Europa e que cada vez mais vê os seus cidadãos a terem um nível de vida bem inferior aos cidadãos da União Europeia, ainda se dá ao "luxo" de esperar sentado.

Ou melhor, em banho Maria!

Luso.eu - Jornal das comunidades
Damião Cunha Velho
Author: Damião Cunha VelhoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 188  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

News Fotografia

 
 
0
Partilhas
0
Partilhas