domingo, 27 novembro 2022

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:84 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:259 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:136 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:510 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:204 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:220 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:459 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:789 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:125 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:333 Opinião

O “Auto Suicídio” de…

Nov. 04, 2022 Hits:337 Opinião

IXELLES – UMA VILA DESORGANIZADA





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Ixelles, uma Câmara desorganizada e conspurcada. Vivo nela desde há muitos anos. E contribuo com os meus impostos e outras obrigações sociais e cívicas. Falando na primeira pessoa, são muitos os que se revêem nesta observação, que também é denuncia e desafio. Por aqui se radicaram muitos portugueses, sempre na linha da frente para colaborar e levar por diante o destino, na eficácia, deste pequeno território de Ixelles.

Desde que os Verdes chegaram ao poleiro, a que chamam poder, a debandada não pára de crescer. Desordem e sujidade, ruas insalubres, postos de lixo retirados, falta de limpeza visível e até chocante. Constatações que preocupam os habitantes e outros visitantes. A imposição dos 30 km/h uma aberração, que afunila todo o trânsito à mítica Place Flagey. Criou-se o caos e só se espera que haja bom senso, numa revisão daquela confusa situação. Uma boa política deve ter sempre em conta a facilidade e bons serviços à população, que os elegeu para ajudar e nunca para complicar.

Volto a lembrar que os postos do lixo foram retirados, para no seu lugar se colocarem aparelhos de controlo ao parqueamento automóvel. Uma atitude insensata e de graves consequências, particularmente para quem vem até estas paragens. Estamos já nos limites de uma degradação completa. São factos que lamentamos e por isso aqui estamos para uma chamada de atenção. Que se tomem as medidas necessárias para um maior equilíbrio e bem-estar social.

É mais que tempo que a oposição se mostre persistente e incisiva. E se for capaz, retomar o poder, para melhor servir as famílias e o cidadão em geral. É para isso que se pagam os impostos. As obrigações são mútuas; pagamos para ter melhores condições de vida, melhores meios e mais dignidade.


 


Luso.eu - Jornal das comunidades
Author: Tony Da SilvaEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 548  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia