segunda-feira, 08 agosto 2022

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:31 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:164 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:178 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:56 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:77 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:651 Opinião

As “CONTAS CERTAS” de…

Jul. 25, 2022 Hits:708 Opinião

Espanto e Vergonha

Jul. 17, 2022 Hits:99 Crónicas

A falta que o mar me faz

Jul. 12, 2022 Hits:704 Crónicas

EM SANFINS DE FERREIRA

Jul. 11, 2022 Hits:205 Crónicas

Inspirações de verão





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Com as férias de verão à porta, e sendo este o último artigo antes da rentrée de setembro, decidi alterar ligeiramente o teor do meu contributo deste mês, fazendo uma pequena pausa na análise política e social que costuma caracterizar muitos dos textos que tenho vindo a publicar – isto, apesar da atualidade estar repleta de acontecimentos preocupantes que desperta qualquer pessoa atenta e preocupada com o estado do mundo para um conjunto de reflexões.

O verão é uma boa oportunidade para voltarmos a aproveitar e apreciar o autêntico valor do tempo, organizar ideias, meditar e respirar. Como tal, gostaria de partilhar algumas leituras, destacando nove livros que me marcaram pelas mais diversas razões; muitos, como seria de esperar, vertendo direta ou indiretamente sobre temas políticos e filosóficos. A todos desejo um verão inspirador. Boas leituras!

  • O Eterno Retorno do Fascismo, do ensaísta e filósofo Rob Riemen. Um pequeno livro de 78 páginas que condensa, provavelmente, uma das melhores reflexões sobre a natureza e aparecimento dos movimentos fascistas e da sua eterna presença nas nossas sociedades. Um brilhante ensaio, sempre atual e de fácil leitura.
  • How Democracies Die, de S. Levitsky e D. Ziblatt. Uma análise aprofundada das raízes que inspiraram os regimes iliberais e das causas que os levam ao poder. Escrito na sequência da eleição de Donald Trump como presidente dos EUA este é, na minha opinião, o livro essencial para entender o rumo político seguido em alguns países, alguns deles membros da UE.
  • Democracy Hacked, de Martin Moore. No seguimento do anterior, este interessantíssimo livro debruça-se sobre o papel desempenhado pela revolução tecnológica, nomeadamente, as redes socias, na disrupção e descrédito do sistema democrático, tal como o conhecemos. Uma análise clarividente e necessária. Um verdadeiro grito de alerta que nos responsabiliza enquanto cidadãos.
  • A Peste, de Albert Camus. Clássico intemporal do escritor francês. Este romance continua mais atual do que nunca. Merece ser lido várias vezes. Uma reflexão filosófica sobre a inumanidade.
  • As Intermitências da Morte, de José Saramago. Um livro que me marcou, talvez pelo facto de o ter lido num contexto pessoal bastante difícil. Uma obra que pretende, com o toque fabuloso de Saramago, confrontar-nos com um tema que nem sempre é fácil abordar. Para além das reflexões existenciais, Saramago usa esta obra para tecer duras críticas à sociedade moderna. Talvez, o meu favorito deste nosso Prémio Nobel.
  • A morte de Ivan Ilitch, de Lev Tolstói. Continuamos com a temática da morte neste pequeno, mas brilhante, livro de Tolstói. Um exercício quase metafísico que nos leva a ponderar retrospetivamente as nossas ações e atitudes enquanto humanos. Uma obra incontornável.
  • A desumanização, de Válter Hugo Mãe. Livro maravilhosamente escrito que nos transporta para um lugar pouco comum para acompanhar a vida, nem sempre fácil, de uma menina que perde a sua irmã gémea. Marcado por passagens belíssimas e poéticas e por outras mais cruéis, o livro resume, na verdade, muitas dos paradoxos e vicissitudes da vida.
  • O Principezinho, de Saint-Exupery. Livro poético, doce e carregado de imagens e mensagens nas entrelinhas. Recuso-me a catalogá-lo como livro infantil. Não é. É uma obra universal que se dirige a todos (quiçá, até, mais aos adultos) e tão necessária nos nossos dias.
  • Uma Terra Prometida, de Barack Obama. Autobiografia de um dos presidentes americanos mais marcantes dos últimos anos. Uma obra bem escrita, inspiradora e que nos reconcilia, não só com a América, mas também com o “Homem político”.
Luso.eu - Jornal das comunidades
André Costa
Author: André CostaEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 2182 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia