Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades Portuguesas - As casas em Portugal são caras?
quarta-feira, 28 fevereiro 2024

Quero ser uma árvore

Fev. 24, 2024 Hits:616 Crónicas

Morre Navalny mas não a …

Fev. 24, 2024 Hits:173 Opinião

COMPETÊNCIA CÍVICA

Fev. 15, 2024 Hits:362 Crónicas

UNIVERSITAS

Fev. 14, 2024 Hits:281 Crónicas

CIDADÃO DECISOR

Fev. 10, 2024 Hits:244 Crónicas

Desconsideração políti…

Fev. 09, 2024 Hits:634 Opinião

Haja diferenças!

Fev. 07, 2024 Hits:310 Opinião

O Homem: um ser limitado

Fev. 06, 2024 Hits:282 Crónicas

O BANCO NOVO

Fev. 06, 2024 Hits:414 Crónicas

Entre a Esperança e a In…

Fev. 04, 2024 Hits:240 Opinião

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Fev. 04, 2024 Hits:360 Crónicas

«Tentar definir a minha …

Jan. 30, 2024 Hits:1485 Crónicas

Tudo na vida muda - até …

Jan. 28, 2024 Hits:334 Opinião

As casas em Portugal são caras?





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


O investimento estrangeiro, o alojamento local, o alojamento universitário, a carga fiscal, os baixos salários, os vistos Gold e os nómadas digitais vieram agitar o mercado imobiliário em Portugal.

4 minutos de leitura

As casas em Portugal são caras para os portugueses.

Portugal entrou no radar dos investidores mundiais devido ao crescimento do turismo, aos incentivos dos vistos gold e ao facto de ser conhecido como um dos países mais tranquilos e seguros para viver. A ajudar, a área média das casas é maior do que no resto da Europa.

Se todos os países na Europa têm programas de captação de investimento estrangeiro, então porque escolheram Portugal? 

Um apartamento T1 na Avenida da Liberdade em Lisboa pode valer 5.000 ou 6.000 eur de aluguer mensal.

O turismo traz alojamento local, o turista torna-se comprador e torna-se residente.

De acordo com a Pordata, os eventos à escala mundial como o Web Summit (https://websummit.com) atraem todos os anos cerca de 30.000 empreendedores de tecnologia e startups de todo o mundo. Parte desses empreendedores apaixona-se por Portugal e fica.

Os nómadas digitais, provenientes essencialmente dos EUA, Brasil e Reino Unido, com salários acima dos 3.000 eur e com incentivos fiscais como IRS de 20%, beneficiando do regime de Residentes Não Habituais (RNH), encontram bons motivos para se fixarem em Portugal. Ao fim de 5 anos podem obter uma autorização de residência permanente.

Enquanto os portugueses não veem futuro em Portugal, devido aos seus baixos salários e dificuldades no acesso ao crédito à habitação, os estrangeiros apaixonam-se pela nossa terra e mudam-se para cá, porque têm poder financeiro.

Compradores de 60 a 70 nacionalidades estão a investir em Lisboa, através de fundos de investimento, clientes investidores e estrangeiros que querem mudar-se para Portugal. A estes, o governo oferece incentivos fiscais para os estrangeiros se fixarem em Portugal através do RNH.

Claro que se fosse expurgado o efeito do turismo, do alojamento local e do investimento estrangeiro, os centros históricos continuariam degradados e desvalorizados.

Esta procura inflacionada localiza-se em Lisboa, Porto e Algarve. Braga esgotou as casas disponíveis. 

De 2015 a 2022 o preço das casas aumentou 90% em Portugal, ou seja, quase duplicou e apenas aumentou 48% na UE, mas os salários médios mantiveram-se em Portugal e na UE conforme dados da Pordata. 

Quer dizer que os portugueses perderam poder de aquisição da sua primeira casa em Portugal e os estrangeiros continuam a achar uma oportunidade de investimento, apesar dos preços terem praticamente duplicado entre 2015 e 2022. 

A segurança e a paz de espírito oferecidas em Portugal são motivos para os estrangeiros se fixarem em vários pontos de Portugal, fora dos grandes centros, tal como Algarve ou  Moledo do Minho, sem olharem para a qualidade dos imóveis.

De acordo com dados da Pordata, em 1960 havia 29 mil estrangeiros a residir em Portugal, em 2021 são 542 mil.

Os vistos gold atraíram investimento para Portugal mas também contribuíram para inflacionar o mercado imobiliário, sobretudo através do aumento da procura de imóveis de luxo.

A oferta de casas não tem conseguido superar a procura pelos estrangeiros e portugueses e a tendência parece ser encontrar cada vez menos casas à venda. Até agora só o imobiliário de luxo é que tem sido viável em Portugal e grande parte dessa oferta destina-se ao investimento estrangeiro.

Os jovens portugueses são os mais penalizados quando vão procurar a primeira casa, pois os seus salários são baixos, o preço das casas é elevado e as taxas de juros são altas. Por outro lado, há cada vez menos casas para arrendar.

A chegada do investimento estrangeiro ao mercado imobiliário português criou uma pressão na procura de casas, provocando a subida das rendas e a subida da taxa de juro. 

Pode dizer-se que veio mesmo transformar as cidades e dinamizar a economia portuguesa através da construção civil, da criação de postos de trabalho e do aumento da receita fiscal.

Viver na periferia das grandes cidades seria uma ideia interessante se houvesse boas infraestruturas de ligação.

Por outro lado, a oferta de alojamento para universitários foi ocupada pelo turismo. Assim o ensino superior tem 108 mil alunos deslocados e só tem 27 mil camas disponíveis, o que torna num inferno a procura de quarto para estudar.

Este país não é para portugueses.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Joao Pires
Author: Joao PiresEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 221  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

News Fotografia

 
 
0
Partilhas
0
Partilhas