segunda-feira, 15 agosto 2022

(ENGIE)nharia jurídica

Ago. 13, 2022 Hits:32 Opinião

A IGREJA QUE NÃO ACREDIT…

Ago. 08, 2022 Hits:382 Opinião

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:80 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:270 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:230 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:81 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:103 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:673 Opinião

Durante as últimas décadas, o Ocidente acreditou que a ordem internacional construída no pós-II Guerra Mundial e no rescaldo da Queda do Muro de Berlim, cujas bases assentam num conjunto de princípios liberais das relações internacionais do respeito pelo Direito Internacional, seria inquestionável - Fukuyama chegou a considerar este como “o fim da História”. 

Ler mais...

“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança;

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades.”

Luís Vaz de Camões

Esta quadra de Camões, escrita já lá vão cinco séculos, continua hoje tão actual como no dia em que foi escrita. E relembra-nos que o mundo sempre assim foi. Hoje temos tendência a culpar a Internet, e a crescente digitalização

Ler mais...

Por que é que a Rússia decidiu invadir a Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022? A resposta a essa pergunta varia de acordo com quem a responde.

A Ucrânia tem estado no centro das divergências entre a Rússia e o Ocidente praticamente desde que declarou a independência em relação a Moscovo, em 1991, após ter integrado a União Soviética. Em 2014, a situação agravou-se depois da Rússia anexar a península da Crimeia. Desde então, a escalada de tensão aumentou. Até à invasão em grande escala, em 2022, destacam-se alguns momentos cruciais para perceber o conflito entre os dois países. 

Vamos ver, então, para perceber melhor a desgraça que está a acontecer à Europa. Em 2004, o candidato pró-Rússia Viktor Yanukovich é declarado Presidente, mas uma alegada fraude eleitoral provoca um protesto, conhecido como a “Revolução Laranja”, e força a nova votação, que resulta na eleição do pró-ocidental Viktor Yushchenko.

Yushchenko promete tirar a Ucrânia da órbita de Moscovo, em direção à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e à União Europeia (UE).

Na cimeira de Bucareste, em 2008, a NATO concorda com a adesão da Ucrânia. No entanto, dois anos depois, Viktor Yanukovich é eleito chefe de Estado e, uma semana antes da assinatura do acordo com a UE

Ler mais...

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1300 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia