Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
sábado, 16 outubro 2021

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Ponte de Lima vai recordar Benfeitor António Mimoso



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

Depois da homenagem prestada pelo Clube de Gastronomia de Ponte de Lima ao seu ascendente António de Araújo e Azevedo (Conde de Ponte da Barca) no passado dia 15 de Maio, para celebrar o seu nascimento no remoto ano de 1754, familiares proprietários da sua Casa Grande de Sá, o Clube e investigadores decidiram também aflorar a memória dum descendente do titular, pelos seus actos de benfeitor.

Referimo-nos ao homónimo do ministro, diplomata e empresário do reinado de D. João VI, o republicano António de Araújo Mimoso Pereira Pinto de Azevedo (1881 – 1953), que entre outros cargos locais, ocupou a vice-presidência e presidência da Câmara Municipal, para além de administrador do concelho substituto, e grande dinamizador da romaria na sua terra natal: o Senhor da Saúde, que se celebra no primeiro fim de semana de Agosto.

Esse testemunho foi registado pelo contista conterrâneo Júlio de Lemos (1878 – 1959) na primeira edição dos Anais Municipais de Ponte de Lima, lançados em 1938. A páginas 189 daquela publicação, em nota de rodapé exalta-se que ao vizinho António Mimoso “ se deve o luzimento da festividade. Tudo ali corre a expensas do ilustre limarense. Generoso como é, não regateia nada aos festeiros. Festa rija, portanto, - rija como as que mais”, recorde-se.

Com investigações em curso sobre a vida e a obra desta Figura Limiana, por parte do signatário, do descendente e Mestre em Estudos Medievais em Londres Miguel Aires de Campos e da jornalista e escritora Rosário Sá Coutinho, (que prepara uma reedição do romance do avô, Conde de Aurora – O Pinto – Influência, Paixões e Morte de um Cacique Eleitoral, personalizando António Mimoso); a compilação dos elementos está agendada para o Verão. Quanto à data da evocação ela será anunciada oportunamente, e deverá enquadrar-se no historial da construção da estância de Santa Maria Madalena, freguesia de Fornelos (1927 -1937) da qual António Mimoso foi financiador, e os juristas Adelino Sampaio, Luiz Nogueira e Benvindo de Araújo dirigentes.

 


Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 488 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
30
31

News Fotografia