terça-feira, 31 janeiro 2023

Insuspeito assassino

Jan. 27, 2023 Hits:170 Crónicas

Isto não é um país É …

Jan. 20, 2023 Hits:416 Opinião

A Importância da Educaç…

Jan. 19, 2023 Hits:1005 Crónicas

Epistocracia - O óptimo …

Jan. 15, 2023 Hits:996 Opinião

No Palácio do Raio

Jan. 15, 2023 Hits:409 Apontamentos

Távora- Varosa

Jan. 13, 2023 Hits:150 Crónicas

MAESTRO

Jan. 13, 2023 Hits:185 Crónicas

Braga de traço recente

Jan. 11, 2023 Hits:911 Apontamentos

Reforma Lei Eleitoral - M…

Jan. 11, 2023 Hits:170 Opinião

Racionalidade Politicamen…

Jan. 09, 2023 Hits:198 Opinião

A caminho de Salir

Jan. 08, 2023 Hits:1013 Crónicas

Pedalar para Plantar





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Em 2017 pedalei de Lisboa ao Vaticano pelo desperdício alimentar e quando regressei a Lisboa, uns amigos ofereceram-me um jantar para comemorar esse feito e quando cheguei a casa, fiquei chocado com as notícias das mortes nos incêndios de Pedrogão. Os dias seguintes revelaram a verdadeira dimensão da tragédia e isso levou-me de imediato a escolher a viagem do ano seguinte. Iria pedalar na companhia de amigos pelos municípios afectados pela vaga de incêndios. 
E no dia 10 de Junho de 2018, lá estava eu, mais 9 amigos, na Marinha Grande a pedalar para plantar. No total foram 750 km pedalados, mas com o propósito de ir dar um abraço solidário a todo o país e não deixar esquecer aquela tragédia. Começamos no pinhal de Leiria e terminamos em Fatima, no dia em que fazia 1 ano da tragédia, com uma missa por alma de todos os que perderam a vida de forma dramática e sem que até hoje tenham sido atribuídas culpas.

Nesses dias, para além do grupo inicial de 10 ciclistas, tivemos quase todos os dias a companhia de muitos outros que nos acompanharam e se mostraram solidários connosco e com esta causa. Mostraram-nos os lugares das tragédias, apontaram locais onde gente esteve aflita e ver o local onde morreram pessoas enquanto nos faziam uma descrição, tocou muito fundo. Mas um dos momentos que mais recordo, foi a chegada a Santa Comba Dão, onde uma senhora estava à beira da estrada a bater palmas à nossa passagem e a chorar. Choro esse que foi contagioso porque quase todos nós começámos a chorar também com a emoção do momento.

Fizemos muitos minutos de silêncio por todos os que morreram, mas senti o silêncio da morte precisamente na estrada onde morreram todos aqueles que foram apanhados pelo virar do fogo. Arrepiou e penso que até ouvir a voz do primeiro, passou mais de meia hora.

Não gostaria de descrever nenhum momento em particular, porque iria correr o risco de me esquecer de alguém, mas tocou-nos muito a desolação do pinhal de Leiria, a estrada da morte, um grupo de dezenas de crianças de Pedrogão que pedalaram connosco durante uns bons quilómetros, a chegada a Pampilhosa em que tudo ardeu à sua volta, as casas ardidas, as vidas destruídas, mas acima de tudo o silêncio das pessoas que passado um ano não queriam falar do assunto enquanto tentavam reconstruir as suas vidas a partir do zero.

Foram dias e momentos muito difíceis que nunca se devem esquecer, mas que infelizmente os responsáveis políticos tudo fazem para esquecer de modo a não atribuir culpas a ninguém. E não tenho dúvidas que tudo se irá repetir um dia. Espero estar enganado.

E assim que a época de plantar começou, arregaçamos as mangas e fomos plantar uma árvore por cada km percorrido.

E nas encostas da Serra do Concelho de Arganil, as nossas 800 árvores crescem a olhos vistos e espero que tenham a sorte de viver e crescer durante muitos anos e que o flagelos dos incêndios não voltem tão depressa.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 797  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia