domingo, 27 novembro 2022

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:84 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:259 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:136 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:510 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:204 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:220 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:459 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:789 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:125 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:333 Opinião

O “Auto Suicídio” de…

Nov. 04, 2022 Hits:337 Opinião

O AMOR DE MÃE É ETERNO





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Um amigo meu lamentava-se, com saudade, da morte da sua mãe, que também foi boa esposa. Cumprindo na terra, o destino e a missão de ser mãe e amiga. Decorridos sete anos, na memória, a vida e a história daquela que deu à luz 8 filhos, em tempos e circunstâncias, deveras difíceis! Na cruel dureza de tantas provações. Partiu ainda nova. No silêncio que se transformou em grito, coração desolado e contrito! Nesses momentos mais pertinentes e apertados, alguém veio dizer e com razão: “uma mãe não morre, pela simples razão de continuar presente”, vivendo, sempre ao lado de quem ama, dos filhos, em particular. Senhora do lar, continua a dar conselhos, a incentivar e a proteger! Num cuidado permanente e que nos transcende, que nos ultrapassa. Com a graça e a benção de a ter, até ao nosso entardecer, porque também temos de morrer, para voltar a VIVER!

O filho e a mãe, a relação e a dedicatória. A força da memória, da vida e da história! Tal como o amor, também essa relação será eterna. No insondável mistério do Além, daquela força que alivia e trancende. Importante mesmo é estar atento e continuar a comungar desses nobres sentimentos. De afecto e de proximidade. De paz e de reconhecimento. Ao ritmo do suave bater do coração, de onde jorra o amor e a comunhão fraterna. A mãe que continua a interpelar, a sugerir e apoiar. Através da voz silênciosa da consciência, na paz e na alegria. Com fé, com esperança e caridade.

Sejam felizes todas as mães, essas mulheres, verdadeiras heroínas, que vencem preconceitos, que superam tantas provações, que enfrentam todos os desafios, que nos ensinam a vencer. De facto, o amor de mãe existe; na distância, na quietude e/ou turbulência. Dentro e fora, em todo o lugar, sempre! O amor de mãe é eterno! Será por isso mesmo retribuída pelos seus próprios filhos? Responda cada um por si.

“O Amor de mãe não morre, só muda de atmosfera”. -THB

Luso.eu - Jornal das comunidades
Author: António FernandesEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 528  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia