domingo, 27 novembro 2022

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:75 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:258 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:136 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:510 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:204 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:219 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:459 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:788 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:125 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:333 Opinião

O “Auto Suicídio” de…

Nov. 04, 2022 Hits:337 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Alice Barbuda tinha acabado de chegar a casa, depois de ir buscar as crianças ao infantário. 

Por esta altura já deves estar a perguntar que raio de nome é esse para uma mulher. Sim, o seu nome é Alice Barbuda, apesar de ter uma pele fina e delicada. Alice não tem qualquer culpa. Parece que aquilo foi um tema de grande discussão por altura do seu registo, mas foi aquele nome que venceu.

O seu marido e o pai das três crianças ainda estava a trabalhar e naquele dia chegaria bastante mais tarde. A horas de Alice e as crianças estarem a dormir depois do banho e do jantar.

Alice entrou em casa depois de colocar os seus três filhos e de descarregar as compras que havia feito no supermercado antes de ir buscar as crianças ao jardim infantil.

André com 2 anos, António com 3 anos e Álvaro com 4 anos.

Sim, sei o que deves estar a pensar.

Durante aquele período Alice Barbuda não teve descanso. Foi um filho a seguir ao outro. 

Voltemos à história.

Sentou António e Álvaro no sofá da sala com um telemóvel nas mãos do primeiro e um tablet nas mãos do outro. Ligou a televisão para os manter ocupados, enquanto preparava o jantar. O mais novo, André com 2 anos estava a aprender a sentar-se no penico. A mãe percebeu que ele queria satisfazer as suas necessidades fisiológicas e sentou-o no penico na casa de banho. Dali sairia diretamente para a banheira para tomar banho com os seus irmãos antes de irem jantar.

Alice voltou à cozinha para ver como estava a sopa e os filetes de pescada no forno. Entretanto fazia um arroz branco para acompanhamento. Voltou à casa de banho e André estava sentado no pote. Passou pela sala e as crianças estavam à bulha por causa do telemóvel, saltou para a cozinha e percebeu que o arroz estava a agarrar ao fundo do tacho. Deitou água e fez abrandar a cozedura. Deu um grito em direção à sala para as crianças se acalmarem. Mas só piorou e elevou ainda mais os ânimos. 

Entretanto André começou a chorar. Um choro fora do habitual que vinha da casa de banho. Alice barbuda largou tudo na cozinha e foi ver o que se passava. O pequeno André estava todo sujo na cara e com o penico enfiado no pescoço. Alice tentou tirar o penico da cabeça do André mas não conseguia e André chorava ainda mais. Alice começou a perder a paciência à medida que puxava com mais força, mas nada acontecia. Esqueceu-se do jantar na cozinha e das crianças na sala. Estava totalmente absorvida por aquela tarefa que se revelava impossível.

Foi à sala e sacou o telemóvel das mãos das crianças que desataram aos berros. Alice fugiu da sala e pediu socorro aos bombeiros.

“O meu filho de 2 anos tem o penico enfiando até ao pescoço e eu não consigo retirar. Ajudem-me”

Do lado de lá pediram para manter a calma, tanto quanto possível. Informaram que iriam enviar ajuda assim que possível.

De facto, passados 15 minutos, as crianças precipitaram-se para a janela que dava para a rua depois de ouvirem a sirene do carro dos bombeiros e verem as luzes azuis a rodar em todas as direcções.

Tocaram à campainha e Alice Barbuda foi abrir a porta de imediato. Depois de avaliarem a situação, foram buscar umas pequenas ferramentas ao camião dos bombeiros e dividiram as tarefas.

Alice estava nervosa e os bombeiros pediram para recuperar a calma. Alertaram para um cheiro a queimado que vinha da cozinha. Pediram para ela se ocupar dos tachos para evitar algum desastre. O arroz estava queimado, os filetes panados de pescada estavam carbonizados dentro do forno e a sopa ameaçava saltar por fora da panela.

Ficaram dois bombeiros a entreter as crianças na sala e o terceiro encaminhou-se para a casa de banho para libertar a criança do penico. 

Depois de o bombeiro libertar o pequeno André do penico perigoso, esperou que Alice regressasse da cozinha. Entretanto, os dois bombeiros faziam pequenas brincadeiras na sala para entreter os dois irmãos que estavam deliciados com a sirene, as luzes e as fardas dos bombeiros.

O bombeiro disse à Alice que aquela noite do treino do penico podia ter corrido mal, mas afinal tudo terminou bem.

O comandante desejou uma boa noite a Alice e às crianças e desejou ainda melhor sorte no treino do penico.

As crianças pediram aos bombeiros para voltarem a ligar as luzes do camião e para tocarem a sirene uma vez mais. Os bombeiros haviam conseguido devolver a calma aquela família e ainda tinham conseguido divertir os irmãos que estavam na sala.

A Alice agradeceu aos bombeiros, porque eles haviam conseguido resolver uma situação que ela não estava a conseguir ultrapassar: libertar o seu filho do penico preso ao pescoço.

Antes de partirem, acenderam uma vez mais as luzes azuis e tocaram a sirene para as crianças penduradas à janela.

Alice tinha uma história para contar ao marido, assim que ele chegasse a casa. Provavelmente ele não iria acreditar à primeira na história da criança presa no penico.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Author: Joao PiresEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 823  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia