Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades Portuguesas - A queda poderia ter sido grande
quinta-feira, 22 fevereiro 2024

COMPETÊNCIA CÍVICA

Fev. 15, 2024 Hits:306 Crónicas

UNIVERSITAS

Fev. 14, 2024 Hits:232 Crónicas

CIDADÃO DECISOR

Fev. 10, 2024 Hits:196 Crónicas

Desconsideração políti…

Fev. 09, 2024 Hits:590 Opinião

Haja diferenças!

Fev. 07, 2024 Hits:274 Opinião

O Homem: um ser limitado

Fev. 06, 2024 Hits:230 Crónicas

O BANCO NOVO

Fev. 06, 2024 Hits:370 Crónicas

Entre a Esperança e a In…

Fev. 04, 2024 Hits:201 Opinião

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Fev. 04, 2024 Hits:323 Crónicas

«Tentar definir a minha …

Jan. 30, 2024 Hits:1447 Crónicas

Tudo na vida muda - até …

Jan. 28, 2024 Hits:282 Opinião

A queda poderia ter sido grande





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


Ontem ao final do dia já a temperatura tinha começado a baixar, decidi voltar a sair à rua e correr com o cão ao meu lado.

Como o cão não está habituado a correr na rua no meio do trânsito achei por bem levá-lo preso pela trela. Trata-se de um cão de médio porte, com cerca de 30 quilos. Um safanão dele podia muito bem desequilibrar-me durante a corrida e atirar-me ao chão.

Quando passamos pelo parque urbano cheio de relva e árvores estacou, provocando um esticão na trela, para fazer um xixi. Ele não se conteve e parou por vezes para aliviar as suas necessidades.

Eu estava apenas no início da corrida e não era assim tão mau, mas aqueles percalços impediam de manter uma passada certa para que o meu corpo pudesse aquecer e superar o frio gelado da noite.

Depois de atravessar o parque urbano lá entramos num passeio ao lado de uma estrada que conduziu até à outra extremidade onde fica localizado o hospital da cidade.

Mesmo assim o cão não resistiu e lá parou mais duas vezes impedindo novamente de prosseguir a ritmo certo. O frio gelado entrava pelos ossos.

Sempre fui correr sozinho apesar de me terem dito lá em casa que o cão poderia acompanhar a minha corrida sem sobressaltos.

Nunca vi aquilo com bons olhos porque o cão poderia dar um salto para o meio da rua ou fazer outra tropelia qualquer.

De facto é uma maçada ter que levar o cão pela trela e suportar alguns sacões quando ele decide parar para cheirar qualquer perfume canino.

Mas a felicidade estampada no seu focinho de olhos bem abertos e língua a banda compensou todos aqueles inconvenientes.

Afinal é mesmo possível perceber se um animal está feliz. Basta ler os seus sinais.

A partir de determinado momento o cão passou a correr decidido ao meu lado olhando em frente e com patada firme. Por vezes olhava para mim para confirmar se estava tudo bem, voltava a apontar o nariz para a frente e continuava em patada larga.

Eu estava a correr a um ritmo certo mas sem exagero, o que corresponde nas passadas do cão a um certo trote como se fosse um cavalo.

Lá seguimos o percurso de 3 km durante 20 minutos. Estávamos já em direcção ao ponto de partida quando passamos pelo adro da igreja. 

Depois continuamos e havia apenas 2 degraus de granito para descer nas traseiras da igreja. De um salto só superei aqueles degraus. De imediato imaginei o que teria acontecido se eu tivesse tropeçado e estatelado no chão. Será que o cão teria capacidades suficientes para me salvar de alguma forma? O que é que ele poderia fazer por mim?

Possivelmente ladrar alto, bem alto como o Charlie sabe fazer apenas em casos de emergência, pois geralmente é um cão tranquilo e grato à família de acolhimento, talvez por ter sido adoptado.

Mas não teria muita sorte porque ali mesmo ao lado estava o cemitério e só muito mais à frente é que se encontram os prédios com janelas e portas fechadas para impedir que o frio entrasse dentro das suas casas.

Talvez não tivesse muita sorte e ficasse ali deitado a gelar ao frio. A vida muda totalmente de 1 minuto para o outro.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Joao Pires
Author: Joao PiresEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 361  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

News Fotografia

 
 
0
Partilhas
0
Partilhas