sexta-feira, 09 dezembro 2022

MUNDIAL DE FUTEBOL – CO…

Dez. 08, 2022 Hits:544 Opinião

Parado no tempo

Dez. 07, 2022 Hits:380 Crónicas

Tempo

Dez. 04, 2022 Hits:177 Opinião

Diaversário

Dez. 04, 2022 Hits:311 Crónicas

A Justiça

Dez. 03, 2022 Hits:406 Crónicas

Dá-se com as duas mãos

Nov. 29, 2022 Hits:921 Crónicas

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:800 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:295 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:173 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:552 Crónicas

A macaca que lia jornais (fábula)





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


3 minutos de leitura

Logo de manhã cedo, a macaca levantava-se ainda despenteada, colocava o café a fazer e torrava uma fatia de pão. Entretanto, ia à porta de casa apara apanhar o jornal da manhã com as notícias fresquinhas. Primeiro passava os olhos pelas gordas da primeira página. Depois pousava o jornal, espreitava pela janela para ver quem passava na rua e para perceber como estava o tempo. Voltava à torradeira para tirar o pão e passar manteiga de amendoim. O café estava pronto e já poderia verter para uma chávena. Depois passava para o lado da janela onde estava a sua cadeira favorita para ler o jornal, enquanto saboreava o amendoim da torrada acompanhado com um bom café das sanzalas. Depois de ler as gordas, já a torrada ia a meio, ficou a saber quem ganhou as eleições no Brasil, coisas que ela já havia deduzido há muitos meses. A guerra na Ucrânia continuava com avanços e recuos e os mercados financeiros tiravam partido disso. As bolsas de valores continuavam a subir, porque o fornecimento de armas de guerra, equipamentos e viveres faziam crescer a economia de alguns países. Mas isso, a macaca que sabia ler, também já sabia.

A macaca tinha uma mundividência superior à dos humanos, só não sabia falar e emitia os sons próprios da macacada. Dominava o conjunto de intuições próprias dos humanos, a cultura e a ciência construída pelos humanos. Sabia identificar perfeitamente as falhas humanas. Sabia também, através das notícias dos jornais, onde é que a humanidade iria perecer. O desequilíbrio ambiental é notícia diária. As cheias, os fogos descontrolados, as epidemias, são sinais que a macaca que sabia ler jornais, conhecia há muito. Desde o momento que foi retirada do seu habitat natural, que percebeu que algo de errado estava a acontecer. Ela tinha uma intuição natural para aprender os sinais humanos do desespero, do medo, da desgraça e conseguia perceber para onde o mundo se estava a dirigir.

Estava na hora de sair à rua, mas antes ficou presa na página do jornal onde falava do incêndio que lavrava na Amazónia e havia sido provocado pelas queimadas do homem e ao desmatamento. Já nem a seca conseguia provocar tantos incêndios e de tal gravidade.

Naquele dia, a macaca que sabia ler e interpretar as notícias dos jornais teve azar. Cruzou-se com uma brigada anti-macacos no meio da rua e não teve por onde fugir. Por muito que ela quisesse comunicar, os homens não souberam interpretar os seus apelos. Prenderam-na e levaram-na para o jardim zoológico, para junto dos seus, da sua espécie.

Limitava-se a ver adultos e crianças a querer tocar no seu pelo e a acenar com um amendoim. Ouvia gritos estridentes das crianças e faziam selfies tendo como fundo a macaca que sabia ler jornais e sinais dos humanos.  

O que mais lhe fez falta em cativeiro, foram os jornais com as notícias fresquinhas.

Perdeu o apetite e morreu de tédio.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Author: Joao PiresEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1014  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia