Eleições: Aumento da abstenção reforça urgência de mudar forma de comunicar dos políticos – PSD

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – O secretário-geral do PSD, José Silvano, considerou hoje que o aumento da abstenção reforça a urgência “da mensagem da reforma e da forma como comunicam os partidos políticos”.

Numa declaração sem direito a perguntas, Silvano comentou as projeções televisivas divulgadas pelas 19:00 para considerar que a abstenção aumentou “pelo menos em percentagem”, dizendo que falta saber se tal se verifica também no número de votantes.

“Apesar da fragmentação partidária, do apelo do senhor Presidente da República e dos líderes partidários para a participação dos portugueses na votação, a abstenção continuou a aumentar”, lamentou.

Para o secretário-geral do PSD, tal cenário “valida a urgência da mensagem da reforma e da forma como comunicam os partidos políticos”.

As projeções das televisões para a abstenção nas eleições legislativas de hoje situam-se entre os 35,4% e os 51%.

A RTP avançou às 19:00 com uma previsão de abstenção de 44% a 49%, a SIC com 47,5% e 51% e a TVI entre os 35,4% e os 39,4%.

Os valores da abstenção, segundo as projeções divulgadas pela CMTV, devem ficar entre os 44 e os 48%.

Estas projeções não incluem a afluência às urnas dos eleitores dos portugueses residentes no estrangeiro, referindo-se aos cerca de 9,3 milhões de eleitores recenseados no território nacional.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Últimos Tweets

Forte da Ínsua vai tornar-se em hospedagem https://t.co/q5bnEv2WEX
BE quer saber que medidas vai tomar o Governo após insultos racistas a Marega https://t.co/X1VGd8RZyT
Óbito/Tozé Martinho: Luis Filipe Vieira expressa tristeza pela morte de benfiquista https://t.co/cXAeQcaQNF
Follow Jornal das Comunidades on Twitter