Covid-19: Ministro francês pede aos profissionais de saúde que se vacinem



(Lusa) - O ministro da Saúde francês, Olivier Véran, escreveu hoje aos médicos, enfermeiros e auxiliares hospitalares, incentivando-os a vacinarem-se, tendo nas últimas 24 horas sido registada a morte de 439 pessoas no país devido à doença covid-19.

"Hoje, cerca de 40% nos lares e 30% do pessoal dos estabelecimentos de saúde estão vacinados. É um número encorajador, mas que progride pouco e não é suficiente, especialmente porque ainda há vacinas AstraZeneca disponíveis", lamentou o ministro.

A carta foi publicada nas redes sociais do ministro, numa altura em que se discute em França a obrigatoriedade da vacina para os profissionais de saúde de forma a evitar novos focos de contágio nos lares e baixas de pessoal médico nos hospitais.

Das mortes registadas hoje, 238 aconteceram no hospital e 201 em lares, perfazendo um total de 88.275 óbitos desde o início da pandemia. 

Há atualmente 24.785 pessoas internadas nos hospitais devido ao vírus e 3.680 desses pacientes estão nos cuidados intensivos, um aumento de 47 pessoas face à véspera.

O número de novos casos em França desde quinta-feira foi de 23.507, fazendo assim com que já tenham sido registados 3.859.102 casos positivos em todo o país.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.570.291 mortos no mundo, resultantes de mais de 115,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


Adicionar o seu comentário aqui!