quarta-feira, 07 dezembro 2022

Tempo

Dez. 04, 2022 Hits:161 Opinião

Diaversário

Dez. 04, 2022 Hits:295 Crónicas

A Justiça

Dez. 03, 2022 Hits:403 Crónicas

Dá-se com as duas mãos

Nov. 29, 2022 Hits:920 Crónicas

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:784 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:292 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:168 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:545 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:237 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:286 Opinião

Covid-19: China registou mais de 5.000 novos casos em 24 horas





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A China anunciou hoje 5.280 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mais do dobro do registado na segunda-feira e o valor mais elevado desde o começo da pandemia, no início de 2020.

A Comissão Nacional de Saúde da China disse que 3.507 novos casos de infeção local foram identificados, muito acima dos 1.337 no dia anterior.

A situação mais preocupante encontra-se na província de Jilin, no nordeste do país, na fronteira com a Coreia do Norte, onde foram detetadas mais de 3.000 novas infeções, incluindo 2.601 casos locais.

Surtos menores surgiram em todo o país, inclusive nas principais cidades: Pequim, Xangai e Shenzhen.

Nos últimos dias, dezenas de milhões de habitantes do país mais populoso do mundo foram colocados em quarentena em casa, nomeadamente em Shenzhen, uma metrópole tecnológica de 17 milhões de habitantes situada no sul da China, às portas de Hong Kong.

Medidas que levaram à suspensão das operações em muitas fábricas em Shenzhen, incluindo as da gigante taiwanesa Foxconn, principal fornecedora da marca de telemóveis Apple.

A China, onde o coronavírus foi detetado pela primeira vez no final de 2019, conseguiu conter em grande parte a pandemia recorrendo a medidas rigorosas de contenção, mas a variante Ómicron deu origem nos últimos meses a vários surtos em todo o país.

Desde o início da pandemia, a China registou cerca de 120.000 casos de covid-19, com 4.636 mortes, a última das quais data do início de 2021.

A covid-19 provocou pelo menos 6.011.769 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 574  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia