sexta-feira, 27 janeiro 2023

Insuspeito assassino

Jan. 27, 2023 Hits:66 Crónicas

Isto não é um país É …

Jan. 20, 2023 Hits:292 Opinião

Epistocracia - O óptimo …

Jan. 15, 2023 Hits:991 Opinião

No Palácio do Raio

Jan. 15, 2023 Hits:403 Apontamentos

Távora- Varosa

Jan. 13, 2023 Hits:144 Crónicas

MAESTRO

Jan. 13, 2023 Hits:179 Crónicas

Braga de traço recente

Jan. 11, 2023 Hits:908 Apontamentos

Reforma Lei Eleitoral - M…

Jan. 11, 2023 Hits:168 Opinião

Racionalidade Politicamen…

Jan. 09, 2023 Hits:196 Opinião

A caminho de Salir

Jan. 08, 2023 Hits:1011 Crónicas

OE2022: Governo aprovou hoje proposta em Conselho de Ministros extraordinário





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O Governo aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2022 em reunião extraordinária do Conselho de Ministros, documento que será entregue na quarta-feira na Assembleia da República e divulgado então publicamente.

As linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado foram apresentadas na segunda-feira aos partidos com representação parlamentar (PS, PSD, Chega, Iniciativa Liberal, Bloco de Esquerda e PCP) e aos deputados únicos do PAN e Livre pelos ministros das Finanças, Fernando Medina, e Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes.

Ao contrário do habitual, os membros do Governo não prestaram declarações aos jornalistas no final da ronda com os partidos, mas a Iniciativa Liberal fez saber que o executivo socialista projeta já uma inflação de 4% para este ano, mais do que os 2,9% previstos no Programa de Estabilidade.

O PSD disse mesmo que este ano “uma austeridade encapotada” com os aumentos salariais a não compensarem a subida da inflação.

Já o PS responder que introduzir imediatas compensações salariais poderá gerar uma “espiral inflacionista” e que a solução passa por controlar os preços para proteger os rendimentos das famílias.

Ainda em relação ao cenário macroeconómico, o Governo deverá manter a meta do défice de 1,9% e admite-se que poderá baixar a estimativa de 5% para o crescimento económico este ano.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1239  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia