domingo, 26 junho 2022

Dinamite

Jun. 21, 2022 Hits:45 Opinião

UM NOVO DEUS (Crónica)

Jun. 21, 2022 Hits:88 Crónicas

A cidade desperta

Jun. 15, 2022 Hits:175 Crónicas

Quantos dias tem a semana

Jun. 05, 2022 Hits:366 Crónicas

Aventuras (Crónica)

Jun. 02, 2022 Hits:164 Crónicas

A Outra Cena da Filosofia

maio 30, 2022 Hits:170 Crónicas

Na terra dos gnomos

maio 30, 2022 Hits:517 Crónicas

O Futuro é a Europa

maio 26, 2022 Hits:429 Opinião

Do Dia da Europa aos desa…

maio 25, 2022 Hits:100 Opinião

PJ detém três suspeitos de burlas com MBway em Campo Maior e Monforte





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Dois homens e uma mulher foram detidos hoje pela Polícia Judiciária (PJ), em Campo Maior e Monforte, no distrito de Portalegre, por suspeitas da autoria de burlas através da plataforma de pagamento eletrónico MBway, revelou fonte policial.

A mesma fonte indicou à agência Lusa que estas detenções estão relacionadas com uma operação da PJ de combate ao cibercrime, nomeadamente às burlas através da aplicação MBWay, realizada em várias zonas do país, com a colaboração da GNR.

Segundo a fonte policial, a operação mobilizou cerca de 300 inspetores da PJ e militares da GNR e envolveu a realização de 50 buscas nas zonas de Campo Maior, Monforte e Avis, no distrito de Portalegre, mas também em Loures (Lisboa), Almeirim (Santarém) e Figueira da Foz (Coimbra).

Os bairros de São Sebastião, em Campo Maior, e do Rossio, em Monforte, foram cercados pelas autoridades policiais e realizaram-se “buscas em quase todas as casas”, salientou a fonte.

Estas buscas, adiantou, foram realizadas no âmbito de “várias dezenas de inquéritos” no âmbito dos quais se investigam alegados crimes de burlas através da aplicação MBway, cujo valor ainda está a ser calculado, cometidas desde 2019 e até hoje.

Os três detidos, todos na casa dos 30 anos, vão agora ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

A operação da PJ contou com a colaboração da GNR, através do Comando Territorial de Portalegre e da Unidade de Intervenção.

Fonte do Comando Territorial de Portalegre da GNR confirmou à Lusa o apoio prestado a esta operação policial, que envolveu, naquele distrito alentejano, 161 militares e 12 binómios cinotécnicos (homem/cão) da Guarda.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Tony Da Silva
Author: Tony Da SilvaEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1540 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia