sexta-feira, 27 janeiro 2023

Isto não é um país É …

Jan. 20, 2023 Hits:265 Opinião

Epistocracia - O óptimo …

Jan. 15, 2023 Hits:989 Opinião

No Palácio do Raio

Jan. 15, 2023 Hits:400 Apontamentos

Távora- Varosa

Jan. 13, 2023 Hits:142 Crónicas

MAESTRO

Jan. 13, 2023 Hits:177 Crónicas

Braga de traço recente

Jan. 11, 2023 Hits:905 Apontamentos

Reforma Lei Eleitoral - M…

Jan. 11, 2023 Hits:165 Opinião

Racionalidade Politicamen…

Jan. 09, 2023 Hits:194 Opinião

A caminho de Salir

Jan. 08, 2023 Hits:1009 Crónicas

NO DEALBAR DE UM NOVO ANO

Jan. 08, 2023 Hits:385 Crónicas

Gasóleo deverá subir mais 13 cêntimos e gasolina 9 cêntimos por litro na próxima semana





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O preço por litro do gasóleo deverá subir na próxima semana 13,6 cêntimos e o da gasolina em 9,3 cêntimos, segundo contas feitas pela Lusa com base nos números fornecidos pelo Governo para redução do ISP.

Tendo em conta que na sexta-feira, segundo o boletim da ENSE - Entidade Nacional para o Setor Energético, o preço médio de venda ao público (PVP) era de 1,976 euros/litro na gasolina 95 simples, o preço nas bombas subirá para 2,069 euros na próxima semana, e o do gasóleo simples subirá para os 2,026 euros/litro, tendo em conta que na sexta-feira o PVP era de 1,89 euros/litro.

Considerando a evolução dos mercados [das cotações dos produtos petrolíferos e dos produtos refinados] e do conhecimento dos mercados, o Governo assumiu como pressuposto que o preço de venda ao público do litro de gasóleo aumentaria em 16 cêntimos e o da gasolina em 11 cêntimos.

Perante este pressuposto, foi feita a estimativa de acréscimo da receita do IVA devido ao novo agravamento dos preços dos combustíveis e definida a redução, em igual montante, do lado do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP), de forma a travar o aumento do preço pago pelos consumidores.

Tal como referiu na sexta-feira o secretário de Estado dos Assuntos Ficais, António Mendonça Mendes, “assumindo o pressuposto de que na próxima semana poderá haver um aumento nas bombas de 16 cêntimos por litro de gasóleo e de 11 cêntimos por litro de gasolina, tal traduz-se num potencial de aumento de receita em IVA de 2,4 cêntimos por litro de gasóleo e 1,7 cêntimos por litro de gasolina. É este valor que é integralmente refletido na diminuição [do ISP] que determinamos hoje e que entra em vigor na próxima segunda-feira”.

Na prática, o aumento sentido pelos consumidores durante a próxima semana será efetivamente de 13,6 cêntimos no gasóleo (ou seja, os 16 cêntimos deduzidos da redução de 2,4 cêntimos no ISP) e 9,3 cêntimos na gasolina (11 cêntimos deduzido da redução de 1,7 cêntimos no ISP).

Em causa está um mecanismo de compensação através do qual o Governo reduz na taxa fixa do ISP o acréscimo de receita obtida por via do IVA para mitigar o aumento dos preços dos combustíveis, que se tem intensificado com a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Esta medida soma-se a uma outra que está em vigor desde outubro e que consiste na redução do ISP em dois cêntimos no litro de gasolina e em um cêntimo no do gasóleo e que desde então já permitiu às famílias e empresas uma poupança de 38 milhões de euros.

Na conferência de imprensa de sexta-feira António Mendonça Mendes referiu que a experiência indica que as descidas no ISP tendem a ser no tempo diluídas nas margens das gasolineiras: “Sabemos que o ISP não é o instrumento mais eficaz porque ele não dá a certeza absoluta de repercussão no preço”, disse o governante.

Ainda assim, manifestou confiança que no atual contexto de dificuldade haverá responsabilidade social por parte de todos os agentes.

“Tenho a certeza de que não haverá nenhum agente económico que queira ganhar dinheiro [perante esta conjuntura de subida de preços devido à guerra na Ucrânia] e temos confiança que as gasolineiras não só internalizem este desconto do ISP para refletir no preço, como tenham em atenção aquilo que são as suas margens comerciais e estamos certos de que ninguém tem aqui uma postura de ganhar dinheiro nesta situação tão trágica”, disse.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 415  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia