Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
segunda-feira, 24 janeiro 2022

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Ponte de Lima apresenta amanhã reedições do Conde d ´Aurora



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

A família do saudoso escritor e magistrado José de Sá Coutinho (1896 – 1969), apresenta amanhã, Sábado, 13 do corrente, pelas 17,00 h na Sala de Provas da Adega Cooperativa de Ponte de Lima, (acesso restrito por inscrições até ontem, pela razão e COVID 19), a reedição de duas obras esgotadas do titular da Casa de Nª Sª da Aurora, situada na sede do concelho.

Rosário Sá Coutinho, neta e responsável pela apresentação no tipo fac – símile, dos dois romances com enredo na Ribeira Lima, salientou a importância desta homenagem, por ocasião dos 125 anos do nascimento do avô, ocorridos em 29 de Abril findo. Recorde – se, que a efeméride foi então assinalada pela família e Clube de Gastronomia de Ponte de Lima, com uma evocação do escritor junto da sua estátua, no Largo de S. João no centro de Ponte de Lima; o programa incluiu a leitura de trechos literários do Conde de Aurora no perfil de gastrónomo, seguindo – se uma visita ao solar do homenageado e uma missa na Matriz.

Relativamente ás edições esgotadas, são elas: D. Aleixo. Romance, considerado o primeiro livro do Conde d´Aurora, lançado há cem anos (1921) personificando o Conde de S. Eulália, Aleixo de Queirós Ribeiro (1868- 1917), que foi proprietário da Casa da Boavista e do antigo Convento de Refóios do Lima, na mesma freguesia, e do Paço da Glória, em Jolda, já município de Arcos de Valdevez. O outro título reeditado, intitula- se O Pinto. Infância paixões e morte de um cacique eleitoral, narrativa de ficção sobre o grande proprietário e capitalista António Mimoso (1881 – 1953), da Casa Grande de Sá, freguesia limiana do mesmo nome.

Aos dois títulos foi acrescentado um novo: a recensão crítica das produções literárias do fidalgo Limianista e a vivência sociocultural limiana naqueles tempos, da autoria de sua neta, de José Cândido Martins e o autor destas linhas. Reunidos num estojo próprio, os três volumes totalizam mais meio milhar de páginas e a sua aquisição só era possível através de subscrição, limitada, num “sítio “da internet como anteriormente fôra anunciado.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Tito Morais
Author: Tito Morais
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 262 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

News Fotografia